Plenário rejeita terceiro pedido de impeachment do prefeito mas mostra insatisfação do legislativo

Postado em 08/05/2019 7:50

A reunião foi aberta com a convocação do suplente do vereador Sargento Elton. Carlos Magalhães teve de tomar posse para votar a denuncia. Como o pedido de investigação foi apresentado pelo Elton ele não pode participar da votação.

A denuncia apresentada pelo vereador Sargento Elton enfatiza a negociação de cargos na prefeitura. O embasamento foi feito com as denuncias do empresário Marcelo Marreco. Outro ponto citado é o decreto que muda as regras do rotativo. O parlamentar afirmou que a medida causa uma renuncia de receita. Por ultimo ele usa a fala do secretário de desenvolvimento Jose Alonso Dias para caracterizar crime de prevaricação.

De acordo com o regimento a votação acontece de forma imediata após a leitura da denuncia e é nominal. A votação teve inicio cerca de duas horas e 30 minutos após a abertura da reunião. Dez vereadores votaram a favor da denuncia e 5 votaram contrários desta forma a denuncia foi rejeitada pois de acordo com o regimento são necessários 2/3 do plenário um quorum qualificado de 12 vereadores para dar sequência ao impeachment.

Votaram sim: Ademir Silva (PSD), Delano Santiago (MDB), Edson Souza (MDB), Janete Aparecida (PSD), Matheus Costa (PPS), Nego do Buriti (Patriotas), Raimundo Nonato (PDT), Roger Viegas (Pros), Marcos Vinicius (Pros) e Carlos Eduardo Magalhães (PRB).

Votaram não: Adair Otaviano (MDB), Cezar Tarzan (PP), Eduardo Print Jr (SDD), Renato Ferreira (PSDB), Zé Luiz da Farmacia (PMN). O vereador Josafa Anderson não compareceu na reunião, já o vereador Rodrigo Kaboja como está como presidente ele não vota.

Este é o terceiro pedido de impeachment rejeito pelo plenário da Câmara. A primeira denuncia foi feita pela AACO. Na oportunidade apenas cinco vereadores votaram para abertura do processo. No segundo pedido feito pelo vereador Sargento Elton foram 6 votos favoráveis. Nesta ultima denuncia o número de vereadores que pediram a abertura de um processo de investigação dobrou e atingiu 10 parlamentares. A situação é um espelho claro da insatisfação do legislativo.

 

 

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com