Comissão terá 80 dias para analisar denúncia contra prefeito de Divinópolis

Postado em 18/06/2019 19:35

Cumprindo a determinação do STF, o Supremo Tribunal Federal, os vereadores fizeram na tarde desta terça-feira (18) a leitura de 144 páginas da admissibilidade da denúncia de infração político-administrativa. O prefeito Galileu Machado foi denunciado por suposta negociação de cargo público, renúncia de receitas da Settrans e atribuição indevida ao procurador do município.

O autor da denúncia, vereador Sargento Elton e o presidente da câmara, Rodrigo Kaboja não podem participar da votação. Os demais vereadores estavam presentes. Eles votaram da seguinte forma – a favor da admissibilidade: Ademir Silva, Edson Sousa, Dr Delano, Marcos Vinícius, Matheus Costa, Nêgo do Buriti, Raimundo Nonato, Roger Viegas e Carlos Eduardo Magalhães também votou a favor na condição de suplente de Sargento Elton.

Votaram contra a admissão denúncia: Adair Otaviano, César Tarzan, Eduardo Print Júnior, Josafá e José Luiz da Farmácia.

Sob muita pressão, a denúncia foi aceita pelos parlamentares. Foram dez votos favoráveis e seis contrários. A população presente na Câmara dos Vereadores comemorou o resultado.

Com a aceitação da denúncia, houve o sorteio de uma comissão que vai analisar os documentos recebidos. Fazem parte os vereadores Roger Viegas, Renato Ferreira e Eduardo Print Júnior. Eduardo é líder do governo Galileu na câmara municipal.

A comissão eleita por meio de sorteio terá 80 dias para a apreciar a denúncia de infração político administrativa.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com