Com maioria absoluta do plenário denuncia contra prefeito Galileu é arquivada na Câmara

Postado em 06/09/2019 14:41

Os vereadores rejeitaram na manhã de hoje, 06 durante a reunião extraordinária, o pedido de impeachment do prefeito Galileu Teixeira Machado (MDB). Os parlamentares votaram pela absolvição e arquivamento das três denúncias. As supostas irregularidades foram apresentadas na denúncia de infração político-administrativa formulada pelo vereador Sargento Elton (Patri).

A Reunião Extraordinária destinada à apreciação do relatório final da Comissão Processante teve início por volta das 7h da manhã. O documento apresentado pelo relator da comissão Renato Ferreira (PSDB), apontou pelo não-cometimento de infração pelo prefeito Galileu Machado. No plenário os vereadores deveriam arquivar a denuncia ou abrir o processo de cassação. Eram necessários 2/3 do plenário para o pedido de impeachment, ou seja, 12 votos favoráveis. As 3 denuncias foram votadas de forma nominal e separadas.

O primeiro item apreciado foi o Decreto que modificou as regras do estacionamento rotativo.  O placar foi de 12 votos contrários e 04 favoráveis, o prefeito Galileu Machado foi absolvido. Votaram não os vereadores Adair Otaviano (MDB), Ademir Silva (PSD), Cesar Tarzan (PP), Eduardo Print Jr (SD), Janete Aparecida (PSD), Josafa Anderson (CDN), Rodrigo Kaboja (PSD), Marcos Vinicius (Pros), Nego do Buriti (Patriota), Raimundo Nonato (PDT), Renato Ferreira (PSDB) e Zé Luiz da Farmácia. Votaram sim os vereadores Edsom Sousa (MDB), Matheus Costa (CDN), Roger Viegas (PROS) e Carlos Magalhães (PRB), suplente do vereador Sargento Elton (Patriota), autor da denúncia. O vereador Dr. Delano Santiago (MDB) não participou da votação.   

Na sequência, foi votada a suposta oferta de cargo público a Marcelo Fernandes (Marcelo Marreco). Placar 11 votos contrários e 05 favoráveis, o prefeito Galileu Machado foi absolvido. Votaram não os vereadores Adair Otaviano (MDB), Ademir Silva (PSD), Cesar Tarzan (PP), Eduardo Print Jr (SD), Josafa Anderson (CDN), Rodrigo Kaboja (PSD), Marcos Vinicius (Pros), Nego do Buriti (Patriota), Raimundo Nonato (PDT), Renato Ferreira (PSDB) e Zé Luiz da Farmácia. Votaram sim os vereadores Edsom Sousa (MDB), Janete Aparecida (PSD), Matheus Costa (CDN), Roger Viegas (PROS) e Carlos Magalhães (PRB).

Por fim, a denúncia sobre o suposto uso da estrutura pública ao determinar que o Procurador Geral do Município, realizasse a defesa do prefeito na Tribuna Livre.  Resultado 12 votos contrários e 04 favoráveis. Votaram não os vereadores Adair Otaviano (MDB), Ademir Silva (PSD), Cesar Tarzan (PP), Eduardo Print Jr (SD), Janete Aparecida (PSD), Josafa Anderson (CDN), Rodrigo Kaboja (PSD), Marcos Vinicius (Pros), Nego do Buriti (Patriota), Raimundo Nonato (PDT), Renato Ferreira (PSDB) e Zé Luiz da Farmácia. Votaram sim os vereadores Edsom Sousa (MDB), Matheus Costa (CDN), Roger Viegas (PROS) e Carlos Magalhães (PRB). Com o resultado de hoje, o processo será arquivado.

 

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com