Chuva em Divinópolis: córregos transbordam, água invade casas e 16 famílias são removidas - Portal MPA

Publicidade

Chuva em Divinópolis: córregos transbordam, água invade casas e 16 famílias são removidas

Postado em 07/01/2022 18:57

A chuva forte que caiu em Divinópolis na manhã desta sexta-feira (07) alagou diversas ruas. Motoristas tiveram dificuldades para passar em um trecho da avenida J.K. No bairro Bela Vista, a rua mais parecia um rio. Já no Belvedere o córrego transbordou e água invadiu algumas casas.

No bairro Planalto, a força foi tanta que levou o portão da garagem de uma casa, vindo a parar dentro do córrego. Parte da estrutura metálica, que fica ao lado, por pouco não foi levada pela água. O córrego passa bem próximo de casas e o muro ao lado já aparece com estrutura comprometida. Segundo a moradora, a Defesa Civil já foi acionada.

Quem também ficou bastante assustada foi a Marlene. Ela e o neto moram nesta casa na rua Robson Luiz de Oliveira, também no Planalto. Ao notar que a água havia subido rapidamente, foi uma correria só. A força d’água arrancou o cano da rede de esgoto e ainda derrubou parte das bananeiras. O córrego passa bem no quintal da casa.

Situação semelhante também no Campina Verde, divisa com bairro Casa Nova. A água subiu quase um metro e invadiu algumas casas. Em imagens que circulam pelas redes sociais, é possível ver o quanto água subiu. Uma moradora aparece com água praticamente no joelho.

Após a chuva, que durou parte manhã, agentes da prefeitura, o prefeito e a vice foram ao local acompanhar a operação da Defesa Civil. Caminhões foram designados para fazer a retirada de móveis e eletrodomésticos. Os materiais foram levados para a casa de familiares.

De acordo com a Defesa Civil foram oito pontos de alagamento em Divinópolis. 16 famílias foram acolhidas. Devido às fortes chuvas, a prefeitura de Divinópolis decretou situação de emergência. Com isso, o município terá suporte para enfrentar o período crítico.

O Corpo de Bombeiros também acompanhou o trabalho e orientou os moradores. Desde o começo do período chuvoso têm aumentado o atendimento de ocorrências de inundações, árvores caídas sobre casas e deslizamento de encostas.