CEMIG e Corpo Bombeiros conscientizam população sobre os perigos das linhas cortantes

Postado em 31/07/2019 18:17

Enquanto alguns encaram soltar pipas e papagaios como lazer, outros enxergam como perigo.  Para que a diversão não vire uma tragédia são necessários alguns cuidados e isso inclui a não utilização da linha chilena e de cerol, composto de vidro e cola.

As pesquisas demonstram que a média no Brasil é de cem acidentes por ano, dos quais 50 causam ferimentos graves, 25 provocam mortes e os outros 25 apenas escoriações brandas. Com a chegada do mês de agosto tradicional o período de ventos a preocupação aumenta ainda mais.

Pensando nisso, algumas empresas e entidades como a CEMIG e o Corpo de Bombeiros trazem algumas orientações para população. A ideia é prevenir acidentes e conscientizar as pessoas não utilizarem estes materiais cortantes na linha. A Associação Mineira de Rádio e Televisão ouviu estes órgãos. Veja a entrevista:

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: Este conteúdo é protegido!