Publicidade

Altas temperaturas, poluição e queimadas prejudicam a qualidade do ar em Divinópolis

Postado em 06/10/2020 17:04

Andar pelas ruas, principalmente à tarde é uma tarefa um tanto quanto desgastante. Uma massa de ar quente e seco elevou as temperaturas em Divinópolis. No último sábado, um recorde histórico: os termômetros alcançaram os 38,6 °C, a mais elevada desde quando começaram as medições.

Desde o dia 28 de setembro, as máximas na cidade foram superiores aos 35 °C. A umidade relativa do ar tem ficado abaixo dos 30 %. No dia três de outubro a umidade chegou a apenas 15 %, o que acende o estado de alerta. O tempo seco pode trazer prejuízos à saúde e ao meio ambiente.

Olhando para o horizonte, próximo ao entardecer, o sol fica com um tom alaranjado. O céu também está mais cinzento. Reflexo dos poluentes e das queimadas.

 

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!