fbpx
Pular para o conteúdo
  • Home
  • Rádio 94 Live
  • Led Zeppelin, Pink Floyd, The Who, Aerosmith. Revista especula nomes para celebrar 50 anos de Woodstock

Led Zeppelin, Pink Floyd, The Who, Aerosmith. Revista especula nomes para celebrar 50 anos de Woodstock

O aniversário de 50 anos do festival de Woodstock movimenta a internet de forma frenética neste momento devido ao fato de dois eventos terem sido marcados para rolar nos dias 16, 17 e 18 de agosto. No final do ano passado, o site do Bethel Woods Center For The Artsanunciou a celebração do 50º aniversário do festival no local onde o evento foi originalmente realizado no vilarejo de Bethel, no Estado de Nova York. Logo na sequência, no dia 9 de janeiro, Michael Lang, cocriador do festival de 1969, confirmou para a imprensa americana que fará um evento tributo ao aniversário de meio século de Woodstock nos arredores do Autódromo de Watkins Glen, em Nova York, também na mesma data: dias 16, 17 e 18 de agosto.

Advertisement

Tanto o evento na região rural de Bethel quando em Watkins Glen ficaram de anunciar seu line-up em breve. Enquanto isso não ocorre, rolam inúmeras especulações sobre quais estrelas integrariam o ou os festivais. A revista Variety criou um line-up de fantasia para Woodstock 50 que traz de volta alguns dos artistas que fizeram história com o evento, e poderiam voltar, com outros grandes nomes da música.

Vale lembrar que até aqui, somente Carlos Santana confirmou participação em Woodstock. Ao falar para a revista Rolling Stone sobre sua celebração do álbum “Supernatural” , que completa 20 anos e ganhará uma turnê, revelou que vai comemorar também o meio século de presença no icônico festival, mas não especificou em qual dos eventos estará presente.

Abaixo você tem a lista da Variety com o que a revista pensa sobre os principais artistas do rock especulados. A matéria na íntegra, com a análise que inclui ainda possíveis atrações pop e hip hop, pode ser conferida AQUI.

Led Zeppelin
Woodstock 50 precisa de pelo menos um grande retorno, portanto, se Robert Plant e Jimmy Page se reunissem em Woodstock, pela primeira vez desde 2007, não seria apenas o maior nome do festival, representaria o fato do entretenimento do ano. Mas pelo que Plant declarou nos últimos anos, esse retorno é improvável.

Pink Floyd
Outra reunião nada provável, mesmo com pedidos públicos de Nick Mason para Roger Waters e David Gilmour se reconciliarem. O que pode rolar é uma apresentação de Waters ou Gilmor no festival.

Crosby, Stills, Nash & Young
Esses senhores que já passaram todos da casa dos 70 anos se reuniram em Woodstock 94, no entanto, o tempo gerou diferenças irreconciliáveis ​​entre Crosby e Young. A Variety questiona: há dinheiro ou paz e amor suficientes no mundo para fazer esses caras se gostarem novamente por pelo menos uma noite?

The White Stripes
Meg é aposentada da música. Jack White disse que um retorno jamais acontecerá. Mas esta é uma reunião que seria quase tão revigorante para a atual geração quanto o de bandas clássicas.

Grateful Dead
A banda se apresentou no Woodstock original, mas o set deles estava cheio de problemas técnicos causados ​​por uma quantidade enorme de chuva, o que não deixou os caras muito felizes com sua performance. Há aqui uma chance de redenção, especialmente agora com a chegada do Dead & Company que traz membros originais do Grateful Dead tocando ao lado de John Mayer.

Bob Dylan
Recusou o convite para tocar no evento original de 1969, mas hoje integraria como ninguém, por conta de toda sua importância na música, o line-up das celebrações de 50 anos.

Paul McCartney
Nunca se apresentou em nenhuma das edições anteriores do Woodstock. Mas a Variety especula que uma aparição ao lado de Ringo Starr, seria uma performance memorável. E os dois andam muito amigos nos últimos anos, chegando até mesmo a gravar som inédito. 

Carlos Santana
Esse, como falamos lá em cima, deve se apresentar. O guitarrista icônico tinha apenas 22 anos quando impressionou o público em Woodstock. Sua performance que mistura ritmos latinos e blues ainda possui a natureza espiritual que o evento pede.

The Who
Os caras estão fáceis. Integraram o line-up original de Woodstock e acabaram de anunciar um novo álbum e uma turnê mundial.

Eric Clapton e Steve Winwood
Eric Clapton enfrenta problemas de saúde, mas ainda faz shows pontuais. Ele e Winwood se reuniram em 2007 para três shows que foram tão bem sucedidos que rendeu uma turnê completa em 2009. Uma dupla perfeita para integrar o line-up de Woodstock 50.

The Rolling Stones
Integra a lista das maiores bandas na época que não se apresentaram no Woodstock original. Os caras estão na ativa e são nomes fortes para o evento.

Bruce Springsteen
Outro nome que se encaixa bem nas celebrações. A Variety lembra que The Boss é um artista prolífico que nunca apareceu em um festival de Woodstock.

Aerosmith
Os lendários roqueiros fizeram um set memorável em Woodstock 94, ainda são “garotos” e  estarão prontos para voltar ao grande palco 25 anos depois.

Alice in Chains
A banda estava no line-up original do Woodstock 94, mas teve que sair devido aos problemas com o vício do vocalista Layne Staley, que viria a morrer em 2002. No momento os caras estão promovendo disco novo e têm agora a chande de marcar presença em Woodstock com o vocalista William Duvall.

Guns N ‘Roses
Há alguns anos isso seria inconcebível. Hoje eles sobem no palco numa boa e são um excelente nome para o line-up de 50 anos do evento.

System Of A Donw
O SOAD combina ativismo político e direitos humanos com sua sonoridade exclusiva. Embora não lance um disco novo desde a Era Paleozóica, os caras ainda têm agenda de shows ativa.

Metallica
Os pioneiros americanos do metal se apresentaram no Woodstock em 94 e 99. Figurinha carimbada para marcar presença no line-up de Woodstock 50.

Tool
Os titãs do metal progressivo iniciaram 2019 com anúncio de disco novo. Embora não sejam uma escolha óbvia para o evento, a Variety aposta na intensidade do show dos caras.

Alabama Shakes
A revista diz que o rock ambiente e blues de Brittany Howard foi feito para o palco de Woodstock.

Foo Fighters
Dave Grohl é a realeza americana do rock’n’roll. Suas ações fazem dele uma estrela do rock e a banda é uma daquelas que está ajudando a manter o gênero vivo entre as massas.

The Black Crowes
Outra baita reunião que deixaria o line-up de Woodstock 50 muito saboroso. Os Crowes foram uma das poucas bandas que mantiveram a essência do rock viva durante os anos 90 até os anos 2000.

Rage Against the Machine
Tom Morello é um dos artistas mais politicamente ativos da atualidade. O RATM, que tocou no Woodstock 99, teria uma boa oportunidade de retorno. Para a Variety, “Morello canalizaria Jimi Hendrix com seu estilo de guitarra”.

Gary Clark Jr
O guitarrista nascido em Austin é, segundo a Variety, o Hendrix desta geração. Vale um vídeo do cara pra você tirar essa dúvida. Dá uma olhada no player abaixo:

mobile