Publicidade

Grife Louis Vuitton retira peças relacionadas a Michael Jackson de suas lojas

Postado em 15/03/2019 15:36

A polêmica envolvendo o documentário “Leaving Neverland” e as acusações de assédio sexual infantil contra Michael Jackson causaram mais reações negativas à carreira do cantor, falecido em 2009.

Depois de rádios pararem de tocar suas músicas e de museu retirar sua estátua de exibição, agora é a vez da grife Louis Vuitton tomar uma decisão radical à luz das acusações contra Michael Jackson apontadas no documentário, exibido pela HBO nos Estados Unidos.

Em comunicado feito ao site WWD – Women’s Wear Daily, a grife francesa anunciou o interrompimento da produção e venda de peças relacionadas a Michael Jackson, presentes em sua coleção masculina de outono 2019. A coleção, inspirada no legado da música Pop do cantor, foi apresentada foi apresentada uma semana antes da exibição de “Leaving Neverland” no Festival de Cinema de Sundance e a grife Louis Vuitton afirmou desconhecer as acusações mostradas no documentário.

“Segurança e bem estar infantil são de extrema importância para a Louis Vuitton. Nós estamos totalmente comprometidos com essa causa”, afirmou o presidente da grife no comunicado ao site WWD.

 

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!