Cabeleireiros alemães estão consertando cortes que as pessoas fizeram em casa

Postado em 14/05/2020 10:48

Na Alemanha, os salões de beleza foram reabertos, porém, com regras mais rígidas de higiene e segurança para evitar a contaminação pelo vírus.

Os salões alemães não podem ter sala de espera, revistas, nem realizarem corte a seco, e tanto o cabeleireiro quanto o cliente devem estar usando máscaras de proteção.

Segundo os profissionais, tem sido divertido o retorno dos clientes aos salões de beleza da Alemanha. Já que muitos cabeleireiros estão tentando consertar os cortes e as tinturas que as pessoas fizeram em casa, sozinhas, durante a quarentena.

Durante entrevista à BBC, um dos cabeleireiros falou sobre a experiência:

“Muito engraçados (os cortes). Muitas pessoas cortaram seus próprios cabelos. Algumas pintaram elas mesmas. Estamos trabalhando principalmente em ‘consertar’ penteados agora”, revelou Reno Harms, co-proprietário do salão de cabeleireiro Harms, em Berlim.

Vale lembrar que o presidente Jair Bolsonaro assinou nessa semana um decreto que torna salões de beleza, barbearias e academias, “serviços essenciais”. Isso significa que, no entendimento do Governo Federal, esses estabelecimentos podem funcionar normalmente mesmo em meio à pandemia do coronavírus.

Confira nossa playlist no spotify e siga a 94

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
error: Este conteúdo é protegido!