Publicidade

Mãe reencontra filho sequestrado depois de 30 anos

Postado em 10/03/2021 7:30

Foto: reprodução Instagram @jhonatanjimenez1985

O maior sonho de Ana Jiménez foi realizado após 30 anos de espera. Ela sonhava em encontrar o filho, Jonathan, que foi roubado quando tinha apenas três anos. Foi o esforço do outro filho dela, Juan, que trouxe Jonathan para casa.

O irmão, que na época do sequestro tinha apenas cinco anos, viu tudo. Ele conta que nunca esqueceu aquele dia, então decidiu que precisava fazer algo a respeito. Jonathan foi levado da Colômbia e encontrado na Noruega, após todos esses anos. O encontro da família foi emocionante e eles garantem que agora nada mais os separa.

Em setembro de 1987, Jonathan brincava com o irmão Alfonso, quando um conhecido da família, Camilo Gómez, se aproximou e o chamou para comprar doces. Juan estava na parte superior da casa e viu tudo. Ele não contou para a mãe na hora, porque Camilo era amigo da família e por isso não parecia algo estranho ou perigoso.

Advertisement

Juan conta que quando tudo aconteceu, ele saía pelo bairro onde viviam, em Bogotá, perguntando pelo irmão. Infelizmente as buscas nunca tiveram sucesso. Em 1994, Camilo reapareceu e disse que tinha dado Jonathan para uma família muito rica dos Estados Unidos.

Juan guardou essa informação e em 2007 resolveu começar a sua jornada em busca do irmão. Ele viajou para o país sem nenhuma pista, mas com muita esperança. Juan primeiro descobriu o paradeiro de Camilo e foi informado de que ele havia morrido.

Em 2018, ele cadastrou o DNA no site My Heritage e, um ano depois, recebeu um e-mail de um rapaz chamado John, de 34 anos, que vivia na Noruega e que tinha sido adotado em um orfanato na Colômbia com quatro anos de idade. Os dados batiam completamente.

Dos Estados Unidos, Juan foi para a Noruega. E o rapaz que entrou em contato com ele, era de fato o irmão desaparecido. Juan e Jonathan/John foram até a Colômbia encontrar Ana. A mãe ficou completamente emocionada ao abraçar o filho novamente. Jonathan disse que a vida dele mudou depois de conhecer a mãe biológica e que ele tem a sorte de conseguir esse encontro depois de 30 anos.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!