Publicidade

Homem gasta mil reais em prostíbulo e forja assalto para tentar esconder gasto da esposa

Postado em 12/02/2021 7:30

Foto: Pixabay

Um homem de 44 anos foi preso em Belo Horizonte, por falsa comunicação de crime. Ele procurou a Polícia Militar para relatar um assalto na passarela que liga a rodoviária ao Bairro Lagoinha, na Região Noroeste da capital mineira, mas acabou entrando em contradição e assumiu que queria forjar um crime para despistar a esposa sobre um gasto em um prostíbulo no Centro.

De acordo com a PM, o homem foi até a base, localizada na Praça Rio Branco, próxima à rodoviária, dizendo que havia sido roubado por dois rapazes armados na passarela do Bairro Lagoinha. Os supostos autores teriam levado mil reais e um celular. Os militares, então, passaram a procurar a dupla.

Para facilitar na busca, os circuitos de câmeras do Olho Vivo e da Estação de Metrô Lagoinha foram acionados, mas nenhum dos equipamentos flagrou o crime e nem a vítima. O homem foi perguntado novamente sobre o local do crime, mas foi aí que ele entrou em contradição e confessou ter gastado os mil reais em um prostíbulo da Rua Guaicurus. Por ter gastado toda a quantia, um novo programa foi pago pelo rapaz com o seu telefone celular. O falso assalto, então, seria para justificar à esposa o sumiço do valor e do aparelho de comunicação. Os militares ainda encontraram uma porção semelhante à maconha nas partes íntimas do homem. Ele ficará à disposição das autoridades.

Advertisement

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!