Union La Calera x Atlético: Bom historia contra chilenos

Postado em 21/05/2019 12:19

A Copa Sul-Americana começou a ser disputada em 2002, com os brasileiros passando a disputar o torneio em 2003. O Galo começará sua oitava participação na competição nesta terça-feira, contra o Unión La Calera, às 21h30, no Estadio Municipal Nicolás Chahuán Nazar, no Chile. O jogo é válido pela segunda fase da Copa Sul-Americana 2019, e o Galo busca melhorar o seu restrospecto, que não é nada bom.

Diante dos chilenos, o Atlético tentará sua primeira vitória fora do Brasil na história do torneio. Tá certo que não foram muitos jogos internacionais pela Sul-Americana, muito pelo contrário. O Galo tem apenas dois jogos fora do Brasil, contra Santa Fé (2010) e San Lorenzo (2018).

Em suas quatro primeiras participações na Sul-Americana, 2003, 2004, 2008 e 2009, o Atlético não passou da fase nacional do torneio, sendo eliminado apenas por times brasileiros. Em 2010 o Galo teve seu melhor desempenho no torneio. Eliminou Grêmio Barueri e Santa Fé antes de cair para o Palmeiras, nas quartas de final. Em 2011 foi a vez do Botafogo eliminar o Galo. Após um hiato de seis anos, o Atlético retornou a disputa da Sul-Americana em 2018, mas foi eliminado pelo San Lorenzo logo na primeira fase.

Contra Santa Fé e San Lorenzo, o Galo perdeu os dois jogos como visitante por 1 a 0. O duelo contra os colombianos, em 2010, foi a única vez que o Atlético conseguiu eliminar um adversário que não fosse brasileiro na Sul-Americana. Jogando na Arena do Jacaré, o time alvinegro venceu o Santa Fé por 2 a 0 e acabou perdendo a volta por 1 a 0, ficando com a vaga no saldo de gols.

Por outro lado, o retrospecto do Galo contra chilenos é muito bom e foi destacado pelo perfil oficial da Copa Sul-Americana no Twitter, que relembrou o golaço de Rafael Carioca contra o Colo-Colo, em 2014.

Para vencer a primeira fora do Brasil na Sul-Americana, o técnico Rodrigo Santana não terá força máxima: Victor, Réver, Luan, Zé Welison, Cazares e Ricardo Oliveira nem viajaram para o Chile, sendo desfalques.

O provável Galo para jogar em La Calera terá Cleiton; Guga, Igor Rabello, Léo Silva e Patric; Adilson; Maicon Bolt, Elias, Nathan (Jair) e Chará; Alerrandro.

O La Calera chegou à segunda fase do torneio após eliminar a Chapecoense. No Chile, os dois times empataram sem gols. Em Chapecó, o empate em 1 a 1 classificou os visitantes.

O Unión La Calera passa longe de ser uma potência do futebol chileno, mas está bem na atual edição do campeonato local. No momento, após 12 rodadas disputadas no Campeonato Chileno, ocupa a terceira posição, atrás apenas da Universidad Católica e do Colo-Colo. Venceu seis, empatou quatro e perdeu duas. O La Calera já foi campeão da segunda e terceira divisões no Chile, mas nunca levantou um caneco da Série A.

Tecnicamente, não há discussão: o Atlético-MG é mais time. Mas o La Calera não é bobo. Longe disso. Se não tem um excelente nível técnico, é um time que tem uma característica muito bem definida: a velocidade e a movimentação, especialmente no setor ofensivo. O estádio tem uma grama sintética, que deixa o jogo muito rápido, e os chilenos sabem explorar muito bem essa característica.

Caso o Atlético elimine o Unión La Calera e avance na Copa Sul-Americana, já sabe quais são os dois possíveis rivais nas oitavas de final: Botafogo ou Sol de América-PAR. O time carioca dispensa apresentações, enquanto o Sol de América é uma equipe mediana no Paraguai.

A Minas FM 104,1 transmite a partir das 20h00 com o abre o jogo. 21h30 a bola rola para Union La Calera x Atlético, com Leo Lasmar, Oliveira Lima e Ricardo Lasmar. Não haverá transmissão para nenhuma tv. Acompanhe também pelo www.radiominasfm.com.br facebook.com/minasfmdivinopolis e pelo aplicativo radiosnet procurando por radio Minas.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: Este conteúdo é protegido!