Publicidade

Setor de eventos estima perda de 400 mil empregos e cobra do governo planejamento de retomada

Postado em 02/02/2021 10:29

Cerca de 400 mil empregos perdidos. Essa é a conta apresentada pela Associação Mineira de Eventos e Entretenimento. As atividades estão suspensas desde o início da pandemia em março de 2020. O setor pede ao governo a elaboração de um plano de retomada para que os profissionais da área possam fazer um planejamento.

Segundo a AMEE, que tem cerca de 1250 associados em Minas Gerais, cerca de 3 milhões de trabalhadores perderam a renda após as determinações de isolamento social por causa da Covid-19. Além disso, 60% dos trabalhadores do setor não têm carteira de trabalho assinada e recebem por evento em que atuam.

A adaptação do Minas Consciente permite a realização de eventos em todas as ondas, a restrição é em relação ao número de pessoas. Onda Vermelha 50 pessoas, Onda Amarela 100 pessoas e Onda Verde 250 pessoas. Apesar da flexibilização o setor afirma que a exigência de protocolos inviabiliza a realização. Outro ponto questionado pelos profissionais da área são as festas clandestinas.

Advertisement

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!