Publicidade

FIEMG mobiliza empresários para doação e empréstimo de cilindros para oxigênio

Postado em 25/03/2021 14:40

Diante da falta de cilindros para armazenar oxigênio, insumo fundamental para o tratamento de pacientes em estado grave da Covid-19 e de outras doenças que acarretam dificuldade respiratória, a Federação das Indústrias de Minas Gerais (FIEMG) iniciou campanha de mobilização junto ao setor para disponibilizar mil cilindros para o governo estadual. De acordo com o presidente da FIEMG, Flávio Roscoe, 260 serão levados imediatamente à empresa White Martins, que irá envazar o oxigênio e distribuir o conteúdo de acordo com as orientações da Secretaria de Estado de Saúde.  “Fizemos um levantamento e vamos conseguir disponibilizar, de imediato, com doação do SENAI, 170 cilindros, e outros 90 foram doados pela Samarco, para que a White Martins possa fazer a adaptação e entregar o insumo para os hospitais. Além disso, estamos mobilizando a indústria e esperamos conseguir mil cilindros para doar ao sistema de saúde do Estado”, afirmou Roscoe. 

 Esta é mais uma das ações da FIEMG em favor da sociedade mineira no enfrentamento da Covid-19. No último dia 22, a Federação entregou ao governo estadual mais 100 respiradores mecânicos, totalizando um reforço de 1.700 equipamentos para a rede de saúde que atende pacientes infectados com o novo coronavírus. Além dos equipamentos, a FIEMG já doou milhares de máscaras, jalecos, álcool glicerinado e ainda tem atuado junto ao Poder Público para mitigar os efeitos da pandemia na vida da população. 

 

Advertisement

Centro-Oeste 

 No Centro-Oeste de Minas, a FIEMG Regional tem trabalhado, através da interlocução do Presidente Regional, Eduardo Soares com intuito de amenizar os impactos da pandemia em Divinópolis e cidades da região. Desde o ano passado, um total de 156 respiradores foram destinados a unidades de saúde da região que atendem pelo SUS. Foram doados ainda 5 mil litros de álcool e 25 mil máscaras comuns e hospitalares a 23 entidades filantrópicas, hospitais, Prefeitura e UPA de Divinópolis e Região. 

Para o Presidente da FIEMG Regional Centro-Oeste, Eduardo Soares, a Federação cumpre seu papel de liderança ao unir esforços para minimizar os impactos econômicos e sociais causados pela pandemia. “Foram diversas ações em todo estado e aqui na nossa região não foi diferente. A FIEMG vai continuar fazendo a sua parte em defesa dos empregos e da vida”, ressaltou. 

 

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!