Publicidade

Reunião com a Secretaria de Estado de Saúde não define situação, mas dá esperança ao Samu Oeste

Postado em 28/01/2019 10:58

Quase todos os Consórcios de Saúde para atendimento de Urgência e Emergência de Minas Gerais se reuniram na Cidade Administrativa, na tarde de sexta-feira (25), com representantes das repartições da área saúde do governo estadual em busca dos recursos do Fundo Estadual da Saúde que estão em atraso. O CISTRI não participou da reunião.

Da equipe do governo participaram: Marcílio, Subsecretário SUBPAS – Subsecretaria Ações e Políticas de Saúde. Darlan, Subsecretário SUBGR – Subsecretaria Gestão Regional. Karina, Superintendente SRAS – Superintendência de Redes de Atenção à Saúde. Dr. Endrigo, Chefe de Gabinete SES-MG, não participou da reunião por motivos de força maior.

Dos consórcios em funcionamento da Rede de Urgência e Emergência – SAMU, sendo os prefeitos presidentes e os secretários executivos respectivamente estavam presentes: Denilson Silva Reis, Presidente do CISRU Centro Sul, Prefeito de São Tiago e Ormesinda Barbosa Salgado.

Edson de Souza Vilela, Presidente do CIS-URG Oeste, Prefeito de Carmo do Cajuru e José Márcio Zanardi. Henrique Luiz da Mota Scofield, Presidente do CISNORJE, Prefeito de Itambacuri e Elaine. Honório de Oliveira, Presidente do CISDESTE, Prefeito de Bicas e Denys. Silvanei Batista Santos, Presidente do CISRUN, Prefeito de Porteirinha e Kelly Lacerda. Rodrigo Aparecido Lopes, Presidente do CISSUL, Prefeito de Andradas e Geovani.

Os representantes dos Consórcios foram muito bem recebidos e as equipes de governo prontificaram em buscar uma solução imediata para pagamento da parcela atual desse governo que é devida ao SAMU e ficaram de passar o planejamento do pagamento nos próximos dias. Comprometeram em fazer isso de forma rápida para que os diretores das instituições possam organizar o serviço e informar aos funcionários e fornecedores de como ficará a situação dos Consórcios.

“A demanda está encaminhada junto ao governo do Estado e esperamos que nos próximos dias a gente tenha a boa notícia do pagamento da parcela, pelo menos uma das parcelas devidas, a de dezembro, para que possamos dar continuidade ao funcionamento do SAMU Oeste dentro da normalidade”, afirma o secretário executivo, José Márcio Zanardi.

.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!