Publicidade

Prefeitura de Guaxupé decreta quarentena de dez dias após cidade ocupar 100% dos leitos de UTI

Postado em 08/01/2021 16:27

A lotação dos leitos ocorreu na última terça-feira (5); o novo decreto começa a valer a partir deste sábado (9)

A Prefeitura de Guaxupé divulgou, nessa quinta-feira (7), o novo decreto que determina quarentena de dez dias na cidade, a partir deste sábado (9). O documento foi publicado na página de enfrentamento à Covid-19, no site do órgão. Com a decisão, a cidade do Sul de Minas é a primeira da região a voltar a decretar estado de quarentena devido à pandemia do novo coronavírus.

De acordo com o decreto, uma das principais razões para restringir a cidade foi a taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), que chegou a 100%, na última terça-feira (5). Além da lotação, a escassez de insumos e EPIs, a falta de testes e recursos humanos também contribuíram para a retomada do isolamento social.

A nova ordem inclui a proibição de reuniões em igrejas, templos e entidades religiosas. Além do funcionamento do comércio e prestação de serviços, exceto dos essenciais. Restaurantes e afins, do setor alimentício, poderão TI foto assesoria prefeiturafuncionar apenas por entrega local ou serviço delivery, sem consumo no estabelecimento. Os bares estão amplamente proibidos.

O comércio de ambulantes que não residem no município e a exposição e venda de produtos nas calçadas também foram restringidos. O decreto ainda impede aglomeração da população nos locais públicos da cidade, como praças e ruas. Os velórios podem durar no máximo 4h, com permanência de 10 pessoas simultâneas.

Os serviços essenciais, que são exceções no decreto, envolvem hospitais, clínicas médicas e veterinárias, farmácias, transportadoras, transporte coletivo, empresas de comunicação, supermercados, padarias, açougues e serviços deliveries. Bancos, hotéis, pousadas, postos de combustíveis, construção civil, indústrias e serviços de limpeza pública também continuarão funcionando.

Esses estabelecimentos que seguirão com as atividades devem funcionar reforçando e implementando medidas de prevenção à Covid-19. O uso de máscara e álcool em gel é essencial e obrigatório. Além disso, é necessário estabelecer o distanciamento social nos locais.

O comerciante ou proprietário que descumprir as medidas decretadas poderá perdeu seu alvará de funcionamento. Os munícipes que não seguirem as ordens do decreto poderão ser multados em até R$ 4.999,68. Denúncias podem ser feitas pelos números 153 e 190.

Covid-19 em Guaxupé

O Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) informou que Guaxupé atingiu, na última quinta-feira (7), 1.489 casos da Covid-19 e 20 mortes em função da doença.

 

Foto: Ascom/Prefeitura de Guaxupé

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!