Publicidade

Rascunhos da Vida: Regência…

Postado em 21/01/2021 6:00

Ouvir, ou melhor, ver e ouvir uma orquestra para mim é cativante. É claro que me cansa só ouvir música erudita por prolongadas horas. Mas, ouvi-la por uma ou duas horas é bastante relaxante, estimulante e com certeza desperta minha criatividade.

Provérbios 16.9

Retirado do Site: https://www.pexels.com/pt-br/foto/adulto-apresentacao-artistas-atadura-2102568/

O que me faz apreciar uma orquestra é a regência do maestro. A desenvoltura, entusiasmo, e precisão em marcar o tempo, anunciar modificações, sugerir entradas, diminuir ou avançar a cadência das notas é algo fantástico. Um maestro precisa ter noção total de tempo, ouvidos sensíveis, visão apurada, flexibilidade de ação, percepção do individual e coletivo.

Advertisement

A harmonia é encontrada entre os sons médios, agudos e graves, bem como as pausas que efetuam sussurros necessários a toda música que se preze. Bem para mim as pausas são mais importantes que as notas, e em muitos momentos as notas mudas entoam a cadência percussiva necessária para que a música desperte em nosso coração o movimento melódico das notas em harmonia.

O regente dirige a música, mas quem atua são os músicos que mesmo errando, ou passando por problemas no momento da audição, como uma corda que arrebenta, ou um arco que se desfia, até mesmo uma baqueta que se quebra, não prejudica o desenvolver da ária que parece um único instrumento. Pois, o regente tem um propósito, ignorar os pequenos erros e demonstrar com agradável é a música apresentada.

Deus conhece todas as coisas. Ele é o regente da história da humanidade. Uma humanidade que mesmo falhando, ou sendo prejudicada por todo tipo de interferência, ainda está sobre o Seu controle e sobre a harmonização que só Ele produz. Sendo conhecedor de todas as coisas Deus nunca inibe nossa liberdade de agir, mas também não temos força para produzir salvação por merecimento próprio.

Ele conhece os seus eleitos, e já determinou segundo sua majestade, grandeza e atemporalidade, quais serão salvos e quais não. Como um professor de matemática que diz: “vejamos qual é a raiz quadrada de oitenta e um”, ou “será possível extrair a raiz quadrada de cento e quarenta e quatro”. E então ele diz: “agora que sabemos que a raiz quadrada de oitenta e um são nove, ou descobrimos que doze é a raiz quadrada de cento e quarenta e quatro”. Deus sabe todas as coisas, e o que Ele sabe por cognição é diferente do que Ele sabe por demonstração.

Por cognição Ele tem regido a história da humanidade, conhecendo desde o princípio aqueles que participarão com Ele das mansões celestiais. E por demonstração Ele apresenta ao homem que desconhece o seu destino à possibilidade de ter a certeza do perdão dos pecados, da redenção no sangue de Cristo e da vida eterna concedida por seu imenso amor. Pense nisso, mesmo que você falhe na sua caminhada, ou que problemas aconteçam, Deus tem regido a sua história e da humanidade para que Seu propósito se estabeleça, portanto confie nele e o mais ele fará.

Um grande e forte abraço!
Nos eternos e mui fraternos laços do amor de Cristo.

Rodrigo Fonseca Andrade
Um servo que mesmo “herando” as notas, falhando nas pausas, ou arrebentando uma corda é regido por Deus.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!