Primeira parte da temporada final de "La Casa de Papel" chega hoje (03/09/2021) à Netflix - Portal MPA

Publicidade

Primeira parte da temporada final de “La Casa de Papel” chega hoje (03/09/2021) à Netflix

Postado em 03/09/2021 11:21

Primeira parte da temporada final de La Casa de Papel chega hoje à Netflix (foto: NETFLIX/DIVULGAÇÃO)

Uma empresa indiana de tecnologia, Verve Logic, vai dar folga para seus funcionários nesta sexta (3/09) por causa da estreia de cinco episódios da série espanhola “La Casa de Papel”. Exagero? Não para eles, que instituíram o dia de hoje como o “Netflix and chill holiday” – Netflix e folga relaxante, em tradução livre.  

“Tomamos essa iniciativa não apenas para salvar um ataque aos nossos e-mails, mas porque sabemos que às vezes, momentos de relaxamento são as melhores doses de energia para o trabalho”, declarou o presidente da empresa, com sede no Rajastão. A notícia foi divulgada via redes sociais da Netflix India, o que só ressalta a popularidade da série.
 
O lançamento de hoje é só o começo do fim, já que em 3 de dezembro vão estrear os cinco últimos episódios da produção iniciada em 2017. A temporada anterior terminou (claro!) em um momento de tensão. Já faz mais de 100 horas que o roubo no Banco da Espanha começou. O grupo de assaltantes conseguiu resgatar Lisboa (Itziar Ituño), mas o clima é de muita expectativa. 
 
O Professor (Álvaro Morte) foi capturado pela inspetora Sierra (Najwa Nimri) e, pela primeira vez na vida, ele não tem um plano de fuga. Além de não contar com a voz da liderança do grupo, os criminosos vão precisar enfrentar um novo e perigoso inimigo: o Exército espanhol. 
 
Cansado de parecer um tolo, o coronel Tamayo (Fernando Cayo) convocou os soldados para acabar de vez com esse assalto. Ou seja, o que começou como um roubo poderá se transformar em uma guerra.

Ao longo das cinco temporadas, mais de 600 macacões vermelhos foram usados. “Nós estamos sempre em busca de algo único. É preciso, de alguma maneira, ter um diferencial, uma identidade e DNA próprios”, diz  Álex Pina, criador de “La Casa de Papel”. 
 
A série conta com outros números que chamam a atenção. Foram utilizadas nas filmagens das cinco temporadas mais de 300 locações em sete países (Espanha, Tailândia, Dinamarca, Panamá, Portugal, Itália e Reino Unido); seis mil barras de ouro cenográficas foram produzidas e 1 milhão de notas de 50 euros, também cenográficas, foram impressas para serem atiradas nas ruas de Madri. 
 
Não houve economia bélica também. Em 41 episódios, o tesouro foi disputado com o uso de 275 armas diferentes, somadas às 150 munições de guerra que Gandía (José Manuel Poga) mantém em seu arsenal privado dentro do Banco da Espanha.

Advertisement
 

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade