fbpx
Pular para o conteúdo
  • Home
  • Notícias
  • Por que junho é considerado o mês do orgulho LGBTQIA+?

Por que junho é considerado o mês do orgulho LGBTQIA+?

Nova Serrana realiza neste domingo, a 9ª Parada LGBTQIA+
LGBTQIA+Foto: freepik

O mês de junho reúne importantes manifestações relacionadas à temática LGBTQIA+ no Brasil e em outros países. Este é considerado o Mês do Orgulho LGBT+ e o Dia Internacional do Orgulho LGBT também é realizado neste mês. Entre os principais eventos da causa está a Parada LGBTQIA+ em São Paulo, uma das maiores do mundo;

A primeira manifestação do orgulho gay no mundo aconteceu em 1970, um ano após membros da comunidade LGBT+ terem ido às ruas de Nova York protestar contra a abordagem violenta da polícia ocorrida no dia 28 de junho de 1969. Na época, a relação entre pessoas do mesmo sexo era proibido.

Em 1970, a comunidade LGBT+ mobilizou a primeira marcha do orgulho gay em algumas cidades dos Estados Unidos e, então, junho passou a ser conhecido como o Mês do Orgulho LGBT+. Assim, até hoje, o Mês do Orgulho LGBT+ é celebrado em junho no Brasil e em outros países do mundo.

O Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+ é comemorado em 28 de junho, dia dedicado à luta por direitos e igualdade.

No Brasil, a primeira Parada do Orgulho Gay ocorreu em 1997, em São Paulo, com cerca de duas mil pessoas. Em 2009, o evento teve seu nome alterado para Parada do Orgulho LGBT com intuito de contemplar todas as siglas da comunidade.

Ao longo dos anos, a adesão ao movimento leva milhares de pessoas às ruas. Somente em 2022, a 26ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo contou com mais de quatro milhões de pessoas na Avenida Paulista, de acordo com dados do Observatório do Turismo da Prefeitura de São Paulo e da Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo.


0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x