Publicidade

Preso um dos acusados de explodir agência bancária em Formiga

Postado em 06/03/2019 13:13

Um homem foi preso na última segunda-feira (4), suspeito de participar da explosão ocorrida em dois terminais da agência do Banco do Brasil de Formiga, no dia 1º de março. Na tarde do dia 02 de março, o veículo utilizado na ação havia sido localizado na zona rural de Santo Antônio do Monte.

No dia da explosão, os criminosos trocaram tiros com a polícia, cápsulas de munições utilizadas pelos criminosos foram encontradas no local do confronto. Câmeras de segurança próximas à agência auxiliaram na identificação de um veículo utilizado na ação.

Na tarde do dia 02 de março (sábado), a PM da cidade de Santo Antônio do Monte recebeu uma denúncia anônima informando sobre um veículo abandonado na zona rural do município. Os fatos foram confirmados e verificou-se que se tratava de um veículo semelhante ao utilizado no crime. Dentro do carro foram encontradas munições e materiais utilizados na ação, além de marcas de sangue em uma das portas e em alguns objetos. Explosivos também foram localizados dentro e do lado de fora do veículo. O Batalhão de Operações Especiais da PMMG – BOPE foi acionado e inutilizou os explosivos localizados. O veículo havia sido roubado e suas placas de identificação tinham sido adulteradas, sendo apreendido juntamente com os objetos localizados.

Já na tarde do dia 03 de março (domingo), um homem buscou atendimento médico em um hospital na cidade de Pitangui. Iniciado o atendimento, foi verificado que se tratava de lesão provocada por disparo de arma de fogo no antebraço direito. Ao perceber que a PM seria acionada, o homem evadiu sem tratar a ferida. Ainda na noite de domingo, por meio de ações de inteligência, verificou-se a identidade da pessoa que havia procurado atendimento médico. Apurou-se também a possibilidade dele ter se deslocado para a cidade de Belo Horizonte.

Na manhã de segunda-feira (4), foi verificado que havia dado entrada em um hospital da capital mineira, uma pessoa com uma lesão não recente, no antebraço direito, proveniente de disparo de arma de fogo. A PM compareceu ao local e constatou que se tratava de um homem de 22 anos, utilizando o mesmo nome falso com que buscou atendimento na cidade de Pitangui e em outro hospital da capital, instantes antes de ser atendido.

Foi solicitado e expedido um mandado de prisão para ele que já se encontrava sob escolta policial, o qual confirmou aos policiais militares a participação nos fatos.

Ele foi preso e encaminhado à Central de Flagrantes em Belo Horizonte, após ser liberado no hospital. As diligências continuam em andamento visando a prisão dos demais envolvidos.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!