Publicidade

Polícia Civil diz que homem preso por tráfico dois dias seguidos foi solto por falta de provas

Postado em 12/01/2021 20:51

NOTA OFICIAL POLICIA CIVIL MG

 

A Polícia Civil esclareceu que o homem de 24 anos presos dois dias seguidos, nas madrugadas deste domingo e segunda-feira, 10 e 11, em Divinópolis, havia sido solto após a primeira prisão por falta de elementos de provas. Ainda segundo o órgão, um inquérito foi instaurado no domingo. 

Já após a segunda prisão, o suspeito foi encaminhado ao Sistema Prisional, onde está à disposição da Justiça.

De acordo com a Polícia Miliar, na madrugada deste domingo, 10, militares do Tático Móvel do 23° BPM realizaram Operação de Combate ao Tráfico de Drogas na Praça Anita Garibaldi, no bairro Catalão. Com o homem foram apreendidos 14 pedras de crack e R$15,20. Já na madrugada desta segunda-feira, 11, os policiais se deslocaram mais uma vez até o local e encontraram o mesmo suspeito com quatro pedras de crack e R$80,00. Nas duas ocasiões, ele foi preso e conduzido para a Delegacia de Polícia, juntamente com os materiais apreendidos.

Veja a nota da Polícia Civil na íntegra:

Sobre a ocorrência relacionada à ocorrência envolvendo um homem, de 24 anos, abordado, com duas pedras de crack, em companhia de outra pessoa, em Divinópolis, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) esclarece o que segue:

– No domingo (10/1), quando recebeu a ocorrência, a autoridade policial, diante da falta de elementos de provas, na ocasião, para ratificar a prisão em flagrante do conduzido por tráfico de drogas,  instaurou inquérito policial para apuração dos fatos;

– já, na madrugada de segunda-feira (11/1), o investigado, de 24 anos, abordado e conduzido na posse de pequenas porções de crack, o que reforçou os indícios de tráfico de drogas, foi preso e encaminhado ao Sistema Prisional, onde está à disposição da Justiça.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!