Novas Informações sobre o tráfico internacional de drogas é desvendado por Polícia Civil

Postado em 29/11/2019 16:12

Após cerca de três meses de trabalho, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) identificou um esquema internacional de tráfico de drogas, com origem no Paraguai e distribuição em todo estado mineiro. Cerca de quatrocentos quilos de maconha prensada (dividida em 495 tabletes) foi localizada em um sítio, na cidade de Divinópolis. Na ocasião, oito pessoas foram presas, entre elas, Aleson Junior Batista (conhecido como Índio), de 45 anos, considerado um dos líderes da facção criminosa.

Dos oito suspeitos presos, três já tinham passagem pela polícia em razão de outros crimes. Cinco eram de Sete Lagoas, dois de Divinópolis e um de Belo Horizonte. Dois suspeitos, já identificados, conseguiram fugir. Conforme o chefe do Departamento Estadual de Combate ao Narcotráfico (Denarc), Júlio Wilke, as investigações ainda estão em curso para identificar outros envolvidos no esquema.

Durante operação, também foram apreendidos quatro veículos, sendo um blindado, algo incomum em grupos ligados ao tráfico de drogas. O delegado que coordena as investigações, Windsor de Mattos Pereira, ressaltou a organização da quadrilha, que dispunha de uma estrutura hierárquica pré-definida e contava com planejamento logístico extremamente bem articulado.

O subinpetor Gabriel Bacelette ainda explicou que, segundo levantamentos, o transporte da droga do Paraguai até Minas Gerais era feito por um carro, enquanto outros três o escoltavam. Aleson seria o responsável por negociar a compra da droga.

Veja a matéria anterior:

Divinopolitanos são presos por tráfico internacional

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: Este conteúdo é protegido!