Publicidade

Justiça determina que Flordelis seja monitorada por tornozeleira eletrônica

Postado em 18/09/2020 16:23

(Anderson do Carmo e Flordelis) (Reprodução // Instagram)

A juíza Nearis dos Santos Carvalho Arce, da 3ª Vara Criminal de Niterói, negou pedido do Ministério Público estadual para afastar do cargo a deputada Flordelis dos Santos de Souza, acusada de ser mandante da morte do marido, o pastor Anderson do Carmo. A magistrada, no entanto, determinou que a parlamentar seja monitorada por tornozeleira eletrônica e fique em recolhimento noturno das 23h às 6h. A decisão é dessa sexta-feira. Flordelis é acusada de ser mandante da morte do marido, o pastor Anderson do Carmo, mas não pode ser presa em função de sua imunidade parlamentar.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!