Homem preso acusado de estupro já foi apontado como pedófilo em Divinópolis

Postado em 05/08/2019 16:57

Conforme o Sistema MPA reportara em matéria anterior, a Polícia Civil realizou na sexta-feira (2) as prisões de dois homens acusados de estuprar e assassinar uma divinopolitana no bairro Grajaú.

O crime foi na manhã de 24 de julho, quando Wanda Aparecida Silva, de 39 anos, foi golpeada na cabeça e assassinada enquanto consumia drogas com dois homens nas imediações da Rua Pedestre.

Os acusados J.C. (31) e C.H.G. (29) seguem presos preventivamente no presídio Floramar.

Ficha Criminal

Informações policiais apontam que C.H.G. já fora acusado de cometer outros crimes sexuais em Divinópolis. Há cerca um ano, o mesmo elemento fora apontado como autor de um ato libidinoso contra uma criança de seis anos de idade.

Desde então, o homem aguardava o processo em liberdade.

Por ser usuário de crack, o C.H.G. se encontrava internado numa clínica de recuperação na zona rural de Divinópolis quando foi localizado e preso pelas autoridades.

Os acusados poderão responder pelos crimes de homicídio e estupro.

Moradores dos bairros Grajaú e Icaraí exigem justiça.

Polícia Civil e Ministério Público acompanham o caso.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
error: Este conteúdo é protegido!