Publicidade

Borracheiro que recebeu doações é preso por estelionato após simular furto

Postado em 10/09/2020 18:43
Publicidade

Um borracheiro de 34 anos sensibilizou toda região Centro-Oeste após viralizar um vídeo no qual dizia ter sido vítima do crime de furto. Nas imagens, o homem filmava seu estabelecimento comercial, em Arcos, e narrava que bandidos misteriosos levaram rodas de liga leve, deixando um prejuízo de cerca de R$2.000,00. Emocionada, a suposta vítima chorava e citava versos bíblicos.

Com a republicação do vídeo nas redes sociais, divinopolitanos se mobilizaram para doar diretamente para a conta bancária do borracheiro.

Reviravolta

Porém, o caso ganhou uma reviravolta. A Polícia Civil investigou e descobriu grosseiras contradições na narrativa do homem. Em primeiro lugar, ele não acionou sequer as autoridades para registrar o suposto crime. Em seguida, contou versões diferentes inúmeras vezes sobre as circunstâncias do furto.

A Polícia Militar realizou a prisão do homem, que agora poderá responder pelo crime de estelionato. O valor arrecado pelas doações não é sabido.

Em Divinópolis e Arcos, o caso gerou profunda revolta na sociedade. No vídeo publicado, o homem falava em tom emocionado:

Nesse final de semana agora, no feriado, eles me roubaram aqui… rodas de liga leve de clientes. Eu até peço a Deus que toque no coração dessa pessoa que me roubou. Roubaram várias coisas, mas eu estou priorizando as rodas de liga leve, porque roubaram uma de cada carro. E para comprar, eu tenho de comprar o conjunto completo para dar para o cliente. Cada conjunto de liga leve é R$1.800. Eu vou ter que tirar da boca dos meus filhos para repor para os clientes. O que é certo é certo”, dizia o elemento agora acusado de estelionato.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!