Conheça o que é FAKE sobre coronavírus que circula na internet

Postado em 28/03/2020 19:57

É #FAKE que imagem mostre vacina contra o coronavírus feita por cientistas dos EUA Foto Reprodução

É #FAKE que imagem mostre vacina contra o coronavírus feita por cientistas dos EUA

Tem sido compartilhada nas redes sociais uma imagem de uma caixa e de sachês com a inscrição Covid-19 e a seguinte legenda: “Vacina pronta. Capaz de curar o paciente dentro de três horas após a injeção. Tiremos o chapéu para os cientistas dos Estados Unidos”. É #FAKE.

Não existe em país algum, até o momento, qualquer tipo de vacina que seja comprovadamente eficaz contra o novo vírus, alerta o infectologista Renato Kfouri, presidente do Departamento Científico de Imunizações da Sociedade Brasileira de Pediatria. 

 

É #FAKE mensagem sobre cadastramento para receber auxílio cidadão por causa do coronavírus Foto Reprodução

É #FAKE mensagem sobre cadastramento para receber auxílio cidadão por causa do coronavírus

Circula pelas redes sociais uma mensagem que indica um site para que trabalhadores autônomos e pessoas de baixa renda possam se cadastrar para receber ajuda mensal de R$ 200 por causa da pandemia do coronavírus. É #FAKE.

O Ministério da Cidadania adverte que a mensagem é falsa. As pessoas não devem, de forma alguma, inserir os dados pessoais. O site não é do governo federal. 

 

É #FAKE que governo russo soltou leões nas ruas para amedrontar a população e fazê-la ficar em casa por conta do coronavírus Foto Reprodução

É #FAKE que governo russo soltou leões nas ruas para amedrontar a população e fazê-la ficar em casa por conta do coronavírus

Uma imagem que tem sido compartilhada nas redes sociais como se fosse de um noticiário de TV dá conta de que o governo russo soltou mais de 500 leões às ruas para que a população tenha medo de circular e, assim, permaneça em casa, limitando a propagação do coronavírus no país. É #FAKE.

A imagem, por si só, é falsa. Não houve nenhuma reportagem na TV com essa notícia. Trata-se de uma montagem. A foto utilizada é a de um leão, batizado de Columbus, em Joanesburgo, na África do Sul, durante filmagens de uma produção local em 2016. O fato foi reportado por vários jornais à época.

A Embaixada da Rússia em Brasília nega a informação propalada e diz que o governo jamais tomaria essa medida sem sentido. 

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
error: Este conteúdo é protegido!