Energia elétrica mais cara

Postado em 21/05/2019 15:58

A Agência Nacional de Energia Elétrica ( Aneel) aprovou nesta terça-feira um reajuste médio de 8,73% para os consumidores da Cemig Distribuição (Cemig-D). A nova tarifa entra em vigor a partir do dia 28.

Segundo a agência, o reajuste médio para consumidores residenciais (de baixas tensão) foi de 7,89% e para os de alta tensão (indústrias) será de 10,71%. Conforme a Aneel, o reajuste da Cemig foi impactado pelo aumento dos custos de aquisição de energia, como por exemplo, da usina hidrelétrica de Itaipu, que é precificada em dólar. O pagamento do empréstimo da Conta ACR contribuiu para redução de 2,85% no reajuste. A Aneel lembra que a Conta-ACR foi um mecanismo de repasse de recursos às distribuidoras para cobertura dos custos com exposição involuntária no mercado de curto prazo e o despacho de termelétricas entre fevereiro e dezembro de 2014.

Já a bandeira tarifária contribuiu para reduzir em 4,96% o índice final do reajuste da empresa mineira. A distribuidora fornece energia para 8,4 milhão de unidades consumidoras localizadas 774 municípios em Minas Gerais.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com