Publicidade

Prefeitura afirma que multará quem não usar máscara nas ruas de Divinópolis

Postado em 15/03/2021 17:34

Foi realizada, na manhã desta segunda-feira (15/03), no Centro Administrativo da Prefeitura de Divinópolis, uma reunião com representantes de forças de segurança e outros órgãos para tratar de questões relacionadas ao cumprimento do Decreto nº 14.263 que institui a Onda Roxa no município. O ponto mais polêmico é a previsão de multa  a pessoa que não estiver usando máscara circulando pelas ruas.

Participaram desta reunião representantes da  prefeitura, polícia militar, polícia civil, corpo de bombeiros, Ministério Público, Fiscalização de Posturas, Vigilância em Saúde e Acasp. O prefeito de Carmo do Cajuru, Edson Vilela, participou da reunião através de vídeo conferência.

Advertisement

 

Na reunião, em conjunto, foram aprimoradas algumas medidas restritivas:

Barragem – Nesta reunião ficou reforçado que está proibido o uso de toda a orla da barragem, tanto do lado de Carmo do Cajuru quanto do lado de Divinópolis, onde a região é conhecida como Lago das Roseiras.

Som – O decreto prevê também a apreensão de equipamentos de sonoros e até som automotivo, bem como todo tipo de aglomeração de pessoas, inclusive da própria família que moram separados.

Pitangui  – A rua Pitangui está proibida de ser utilizada para práticas esportivas, podendo ser utilizada apenas para passagem de pedestres. Esta questão será cobrada pela Polícia Militar, pelos fiscais de postura e pelos fiscais da vigilância sanitária.

Praças  – Está proibido o uso de todas as praças públicas de Divinópolis.

Máscaras  – O decreto já prevê que a pessoa que não estiver usando máscara circulando pelas ruas poderá ser multada em R$ 83,33 e em caso de reincidência, o valor será dobrado ou triplicado. A multa será aplicada no CPF do infrator e será aplicada pelos fiscais da Prefeitura.

Celebrações religiosas – Celebração religiosa somente de forma virtual.

Zema anuncia Onda Roxa em todo o estado a partir de quarta-feira (17)

Mãe de Padre Fabio de Melo é internada com covid, ele pede que rezem e faz um apelo: “autoridades mobilizem-se para que a vacina não chegue tarde demais, como tem sido para muitos.”

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!