Ministério Público em Divinópolis ofereceu 1.706 denuncias em 2021 - Portal MPA

Publicidade

Ministério Público em Divinópolis ofereceu 1.706 denuncias em 2021

Postado em 26/01/2022 15:00

Dados levantados pelo Centro de Apoio Operacional das Promotorias Criminais, de Execução Penal, do Tribunal do Júri e da Auditoria Militar (Caocrim) revelam que em 2021 o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) analisou 167.275 investigações criminais. Destes procedimentos, 123.442 (73,79%) foram convertidos em denúncias criminais oferecidas nas 297 comarcas do estado, iniciando processos contra autores de delitos como homicídio, latrocínio, estupro, roubo, tortura, racismo, pedofilia, tráfico de drogas, furto, estelionato, lavagem de dinheiro, corrupção, sonegação fiscal, fraudes licitatórias, entre outros.  Em Divinópolis foram Divinópolis – 1.706.

Em média foram 338 denúncias por dia, 14 por hora, uma denúncia a cada quatro minutos. O número foi 50% superior ao do ano de 2020, quando o MPMG ofereceu 82.085 denúncias. 

Para o coordenador do Caocrim, Marcos Paulo de Souza Miranda, a atuação criminal é uma das mais importantes tarefas confiadas pela Constituição ao Ministério Público, pois ela tem o objetivo de fazer com que as leis sejam cumpridas e que todos possam viver com segurança. 

Do total analisado, o MPMG requereu ao Poder Judiciário o arquivamento de 43.833 (26,21%) investigações criminais. Foram arquivados 23.587 Inquéritos Policiais (investigações realizadas pela Polícia Civil), 20.030 Termos Circunstanciados de Ocorrência (procedimentos sobre crimes de menor potencial ofensivo lavrados pela Polícia Civil, Militar ou Rodoviária Federal, a exemplo de crimes de trânsito) e 216 Procedimentos Investigatórios Criminais (investigações realizadas pelo próprio Ministério Público). 

Segundo o coordenador do Caocrim, em geral os arquivamentos ocorrem quando não existem provas suficientes para o início de um processo criminal (ausência de justa causa), quando o promotor de Justiça conclui que o fato não constitui crime (exemplo: mera irregularidade administrativa) ou quando não é mais possível punir o autor do fato em razão do decurso do tempo (exemplo: prescrição).

 

Total de investigações analisadas pelo MPMG: 167.275 (100%) 

Denúncias oferecidas: 123.442 (73,79%) 

Arquivamentos: 43.833 (26,21%) 

 

Veja abaixo as comarcas com maior número de denúncias oferecidas pelo MPMG:  

1. Belo Horizonte – 14.026 

2. Uberlândia – 3.171 

3. Contagem – 2.417 

4. Patos De Minas – 2.094 

5. Ipatinga – 1.968  

6. Betim – 1.880 

7. Juiz de Fora – 1.870 

8. Uberaba – 1.862 

9. Montes Claros – 1.727 

10. Divinópolis – 1.706 

11. Governador Valadares – 1.547 

12. Manhuaçu – 1.452 

13. Ribeirão das Neves – 1.424 

14. Frutal – 1.340 

15. Santa Luzia – 1.330 

16. Itabira – 1.302 

17. Sete Lagoas – 1.287 

18. Araxá – 1.198 

19. Passos – 1.105 

20. Itajubá – 1.072 

  

Fonte: Caocrim/DSAF