Publicidade

Constante queda de energia em Divinópolis é motivo de reunião no Conselho Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor

Postado em 28/05/2019 17:17

A Cemig explicou ao Conselho Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Condecon) as interrupções de energia no município. A companhia de energia confirmou que 25% das suspensões estão relacionadas com interferência de árvores. Para podar ou cortar qualquer espécie, é necessária autorização da Prefeitura de Divinópolis.

Em março deste ano, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) reuniu-se com técnicos da Cemig para saber as interrupções de energia na área central. “Considerando-se que fornecimento de energia elétrica é serviço regulado pelo Código de Defesa de Consumidor, a questão foi trazida à apreciação do Condecon, em que a CDL Divinópolis é uma das entidades com representação. Outras reuniões foram realizadas em abril”, explicou o gerente do Procon, Ulisses Damas Couto. Representantes das Secretarias Municipais de Operações e Serviços Urbanos, de Meio Ambiente e Políticas de Mobilidade Urbana e de Trânsito, Transportes e Segurança Pública participaram do encontro, além de representantes da concessionária de energia. 

A reunião tratou de execução de poda de árvores pela Cemig e procedimentos de notificação à Prefeitura, substituição de árvores que coloquem em risco a segurança de pessoas e redes, apoio da Settrans em locais de mais intenso trânsito, além de procedimentos de acionamento pela Cemig para simplificar o atendimento.  “Lembrou-se que os munícipes devem consultar a Prefeitura antes de fazer plantio de árvores em calçadas, pois espécies próprias existem para a finalidade; e devem conscientizar-se que plantio de árvore não recomendada pode vir a causar interrupção de energia elétrica e, ao mesmo tempo, gerar custos desnecessários no processo de remoção”, destacou.

Advertisement

Árvores em desacordo com o Código de Posturas que causem risco à rede elétrica ou à segurança de pessoas e coisas deverão ser substituídas, após requisição à Cemig e aprovação da área técnica do município.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!