Publicidade

Confira posicionamento de Prefeitos sobre carnaval 2021 no cenário atual da Covid 19

Postado em 14/01/2021 8:55

Com a pandemia do Coronavírus que no Brasil teve início aproximadamente no mês de março de 2020, vários setores foram afetados, inclusive os setores de eventos. Muitos organizadores de eventos tiveram que cancelar ou suspender as principais festas para não causar aglomeração. Não será diferente com o Carnaval 2021.

A certeza é de que em fevereiro, mês previsto para o Carnaval, entre os dias 13 e 16 em 2021, a festa não acontecerá. Confira posicionamento dos Prefeitos da Região Centro Oeste sobre o carnaval 2021:

Abaixo o vídeo do Alex Arouca – Secretário Municipal de Cultura de Formiga 

.
 
Prefeito de Lagoa da Prata, DI Gianne de Oliveira Nunes:

 
 
Prefeito de Itapecerica, Wirley Reis, (Têko):

 
 
Prefeito de Carmo do Cajuru:
 
A reportagem do Sistema MPA de Comunicação entrou em contato com a assessoria do Prefeito de Carmo do Cajuru, Edson Vilela, e esta informou que não vai ter carnaval na cidade nesse ano. Existe uma comissão e esta comissão vai reunir para a possibilidade de fazer o carnaval “mais para frente”, mas, pelo menos nesses seis meses não terá nenhum tipo de evento.
 
Prefeito de Divinópolis:
 
A reportagem do Sistema MPA de Comunicação entrou em contato com a assessoria do Prefeito Gleidson Azevedo, mas a assessoria informou que como o Chefe do Executivo está com a agenda lotada, infelizmente ele não conseguiria gravar sobre o assunto.

Prefeito de Belo Horizonte

Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) informou que a data em que seria realizado o carnaval na capital mineira não será considerada ponto facultativo em 2021. A decisão foi tomada nesta quarta-feira (13/01).
 
Uma portaria editada pelo Ministério da Economiano dia 30 de dezembro definiu os feriados nacionais e pontos facultativos de 2021. De acordo com o calendário divulgado pela pasta, os dias 15 e 16 de fevereiro, correspondentes ao carnaval e que caem em uma segunda e terça-feira, são considerados como pontos facultativos.

A portaria dá autonomia para estados e municípios decidirem sobre as datas. Lugares como São Paulo e Salvador, por exemplo, que possuem as festividades mais tradicionais do país, são consideradas como pontos facultativos. No Rio de Janeiro, por sua vez, somente a terça-feira é considerada como feriado estadual.
 
Belo Horizonte ainda não possui data definida para a realização do carnaval de 2021. Em novembro do ano passado, durante entrevista ao programa Roda Viva, da TV Cultura, o prefeito da capital mineira, Alexandre Kalil(PSD), disse que o evento só seria realizado na cidade caso a população fosse imunizada por meio de uma vacina. Sobre datas, Kalil disse que acompanharia o Rio de Janeiro e a Bahia.
 
“Se tiver a vacina, se tiver todo mundo imunizado, nós temos a festa que nós colocamos 3,5 milhões de pessoas na rua. Quem entende de carnaval é baiano e carioca. Eles é que vão marcar a data e nós vamos correr atrás. Nós vamos acompanhar a data de Rio de Janeiro e da Bahia”, disse.
 
Belo Horizonte enfrenta seu período mais crítico da pandemia da Covid 19. Nesta quarta-feira, a capital mineira entrou no alerta vermelho quanto à demanda por leitos de enfermaria, com 70,5% das unidades ocupadas. Vagas de terapia intensiva também estão no mesmo patamar de preocupação, uma vez que 85,7% dos leitos estão preenchidos. 
 
Belo Horizonte registrou nas últimas 24 horas 13 mortes e 1.709 novas pessoas infectadas com o vírus. O total de óbitos já passa de 1.975 e o de casos, 72.955

Florianópolis

Com tradição dos desfiles de escola de samba, Florianópolis também atrai turistas na data em razão das praias. De acordo com a prefeitura, já está decidido que a festa está vetada para 2021, tanto em relação ao evento das agremiações no sambódromo quanto aos blocos de rua.  O anúncio do veto foi em 21 de dezembro pelo prefeito Gean Loureiro (DEM). A prefeitura afirma que as festas “não devem acontecer, enquanto a população não é vacinada”.

São Paulo

Em São Paulo, a prefeitura diz que o Carnaval 2021 não está cancelado, porém, não há uma data definida. Em nota, a cidade informou que já articulou conversas com Salvador sobre a definição de uma data conjunta. “A ideia é estender as tratativas para outros centros carnavalescos como as cidades de Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Recife, para que o Carnaval 2021 possa acontecer em todas as cidades brasileiras na mesma data, mantendo a tradição cultural e sua potência turística”, explicou.

Salvador

Conhecido pelos desfiles de blocos na orla, Salvador anunciou  a suspensão do Carnaval 2021 enquanto não existirem condições sanitárias adequadas, sobretudo, a disponibilização de uma vacina contra a Covid-19. “Sobre a manutenção da data como feriado ainda não há resolução”, afirmou a nova gestão, de Bruno Reis (DEM). Em Salvador, a prefeitura ratificou que não existe permissão para realização de festas.

Recife

O frevo em Recife não acontecerá em 2021 em razão do decreto anunciado em 17 de dezembro de 2020 pelo governo de Pernambuco, que cancelou a atividade em todo o estado. A mesma decisão abrange as festas particulares. Já quanto ao feriado, o calendário está mantido.

Rio de Janeiro

A RioTur, pasta responsável pela festa, informou apenas que ainda não existe uma definição da data para o Carnaval 2021. A certeza é de que não será em fevereiro. Em breve anunciará as medidas a serem adotadas sobre a festividade, em alinhamento com as entidades de escolas de samba e blocos.

Bonfim 

A prefeitura explica que a decisão levou em conta os números crescentes de infecções e a não existência de parâmetros de vacinação que alcancem níveis mínimos de segurança para a contenção da doença, tanto a nível municipal quanto nacional.

“O carnaval da nossa cidade é motivo de orgulho para os bonfinenses, pois nossa festa é carregada de tradição e cultura. Porém, um acontecimento desse porte, que mobiliza multidões e é, pela sua natureza, um momento de encontro e aglomeração, estaria em total desencontro com o cenário de saúde que a pandemia ocasionou” explica a nota.

 

Capitólio

Em Capitólio, a Secretaria de Cultura e Turismo explicou que não tem uma definição sobre o carnaval 2021, devido o momento de transição de governo. Ainda segundo a pasta, a decisão ficará a cargo do gestor eleito, que oficialmente ainda não foi empossado.

 

 

 

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!