Publicidade

Revisão no Minas Consciente deve permitir comércio na onda vermelha

Postado em 26/01/2021 7:27

O Secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral, confirmou, na quinta-feira (21), que o Governo está finalizando estudos para nova revisão no Plano Minas Consciente, que prevê funcionamento das atividades produtivas, atualmente determinadas por três ondas: vermelha, amarela e verde.

Em entrevista à Rádio CBN/JF, ele disse que o novo projeto pretende contemplar todas modalidades econômicas nas três etapas, com as devidas restrições e protocolos a serem seguidos. Desta forma, até o comércio não ligado aos setores considerados essenciais poderia funcionar na fase vermelha, a mais restritiva de todas e na qual Juiz de Fora se encontra novamente, desde segunda (18). A ideia levaria alívio para muitos comerciantes da cidade, que fizeram uma série de protestos recentes contra o último fechamento.

“Nós não podemos abrir mão da segurança da sociedade, então, nesse sentido, manteremos as sinalizações das ondas vermelha, amarela e verde. Estamos fazendo estudos, que são complexos, porque precisamos ver o impacto em relação à mobilidade e às atividades econômicas. Mas a ideia é termos todas as atividades funcionando nas ondas, naturalmente com controle e restrições”, adiantou o secretário. Questionado se todos os setores produtivos poderiam abrir as portas na onda vermelha, ele ponderou: “Estamos vendo aqueles que só poderiam funcionar na onda verde e qual o impacto desses setores, de uma forma geral, para que nós possamos dimensionar os riscos da epidemia em relação a essas aberturas.”

Advertisement

Ainda não há prazo definido para as mudanças começarem a valer, mas o secretário tem expectativa de levar o assunto para deliberação no Comitê Extraordinário Covid-19. Na última segunda-feira (18), lojistas de Juiz de Fora protestaram contra o fechamento do comércio, após nova regressão para a onda vermelha do Minas Consciente. O presidente do Sindicato do Comércio de Juiz de Fora (Sindicomércio-JF), Emerson Beloti, disse esperar que o secretário estadual de Saúde consiga colocar em prática o mais rápido possível a nova versão do Minas Consciente, para que o comércio volte a respirar.

Em Divinópolis:

No município de Divinópolis, na gestão passada, ainda no final de 2020, o comércio havia sido fechado. Após protesto de comerciantes na porta da Prefeitura, o novo gestor Gleidson Azevedo, deixou claro que com nova análise dos índices e que se Divinópolis fosse para Onda Amarela, reabriria o comércio, e nesse sentido, o comércio  no município está funcionando na onda amarela desde o dia 25 de Janeiro.

Secretário Estadual de Saúde garante que Governo está atento ao comércio:

O secretário estadual de Saúde, Carlos Eduardo Amaral, garantiu que o Governo de Minas está atento ao comércio. “Haja vista que, em dezembro, nós tínhamos uma condição até de crescimento de casos e conseguimos ter uma orientação às prefeituras para que o comércio ficasse aberto nas festas natalinas, com as medidas de segurança. Queremos isso: ser realmente uma referência, equilibrando a economia e a saúde”.

 

Com informações Tribuna de Minas

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!