Publicidade

Alerta: Devido aos vendavais em janeiro de 2021, muitos reservatórios de água perderam a tampa

Postado em 25/02/2021 6:09

A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), por meio da Vigilância em Saúde Ambiental, instalou 92 unidades de tela de proteção para cobrir reservatórios de água de forma gratuita. O objetivo é controlar a propagação de Aedes aegypti, vetor da dengue e, assim, reduzir os possíveis criadouros.

Em janeiro, agentes de endemias vedaram 92 caixas de água em todas as regiões da cidade. Foram realizadas 20 vedações na região Central, 18 na Sudeste, 15 na Sudoeste, 09 na região Norte e 06 na Oeste.

Durante vistoria de rotina, os agentes identificam imóveis com reservatórios em risco de foco de dengue e instalam a tela de vedação. Em outros casos, a comunidade informa quando o reservatório é descoberto; os agentes, então, instalam gratuitamente a tela até que o proprietário adquira a tampa. A vedação é procedimento econômico cujo material básico são tela e arame galvanizado.

Advertisement

Devido aos vendavais em janeiro de 2021, muitos reservatórios de água perderam a tampa. De acordo com a Vigilância em Saúde Ambiental, a população deve verificar se a caixa de água está fechada e aqueles que não o fizeram devem fechá-la o quanto antes para evitar a proliferação do mosquito.

O mosquito Aedes Aegypti pode reproduzir-se rotineiramente em reservatórios domiciliares descobertos, disse Juliano Cunha, coordenador de Vigilância em Saúde Ambiental, durante advertência sobre como o vetor da doença usa reservatórios que contêm maior quantidade de água para desovar. “Caixas de água são recipientes propícios à proliferação do Aedes aegypti quando descobertas. Centenas de mosquitos podem, nelas se reproduzir, já que o ciclo reprodutivo da fêmea é semanal. Portanto, os reservatórios devem ser vedados para evitar a proliferação” reforçou.

Ao todo, a Vigilância em Saúde Ambiental tem mais de 100 agentes de endemias que trabalham em algum ponto da cidade. Cada agente visita em média 30 imóveis por dia. Denúncias relacionadas à dengue podem ser feitas no App Divinópolis.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!