Adulto de 20 a 39 anos tem até final de junho para se vacinar contra o Sarampo

Postado em 06/06/2020 6:40

 

A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) convoca os cidadãos de 20 a 49 anos para se vacinarem contra o Sarampo. O público alvo deve procurar a Unidade Básica de Saúde mais próxima até o dia 30 deste mês. É importante que o paciente não esqueça de levar o cartão de vacinação consigo. Mesmo quem já tenha a dose anterior deve receber a vacina.

A Secretaria explica que essa é a única forma de prevenção contra a doença e pode ser transmitida por meio de gotículas, transmitidas através da fala, tosse ou espirro de uma pessoa contaminada.

A Semusa orienta que todas as pessoas que busquem os centros de saúde estejam fazendo o uso correto da máscara. É preciso que os pacientes respeitem a distância mínima de 1,5 metro de outros indivíduos. 

A Prefeitura de Divinópolis não mede esforços para assegurar as medidas de saúde necessárias para toda a população. Em meio à pandemia do Coronavírus (Covid-19), a gestão municipal intensifica não somente as ações sanitárias, mas a transmissão de informação. É fundamental as medidas que estejam disponíveis para todos, sem exceção.

O Secretário Municipal de Saúde, Amarildo Sousa, esclarece sobre a importância de se vacinar contra o Sarampo. “É importante ressaltar que essa doença apresenta alguns sintomas semelhantes aos do novo Coronavírus. Em meio ao cenário que vivemos, é preciso evitar que haja o entrelace de duas enfermidades distintas”, explica. “Pedimos que as pessoas que apresentarem os sintomas se destinem, o mais rápido possível, à Unidade de Saúde mais próxima”, ressalta.

O Sarampo e suas características

Os sintomas do sarampo aparecem, em média, apenas entre dez e quinze dias após a exposição ao vírus, depois de ter contato com uma pessoa infectada pelo vírus. Os sintomas mais comuns da doença incluem tosse, coriza, olhos inflamados, dor de garganta, febre e irritação na pele com manchas vermelhas.

A Prefeitura, por meio da Semusa, orienta que diagnóstico e o tratamento devem ser delimitados apenas por um médico habilitado.

 

 
 

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
error: Este conteúdo é protegido!