Publicidade

Cartilha traz orientações de suporte sobre execução e prestação de contas referentes à Lei Aldir Blanc

Postado em 24/01/2021 7:52

A Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult) disponibilizou a cartilha com orientações de suporte sobre execução e prestação de contas de projetos aprovados nos 27 editais da Lei Aldir Blanc de Minas Gerais, além de modelo de recibo de prestação de serviço por pessoa física.

O material foi elaborado a partir das orientações da Assessoria Jurídica da Secult e da Controladoria Setorial da Secult, tendo seu conteúdo validado com base na legislação disponível.

A cartilha propõe orientações de suporte à execução e à prestação de contas referentes à Lei Nº 14.017 (Lei Aldir Blanc), em Minas Gerais, mas seu conteúdo orientativo não possui a intenção de esgotar o tema, não assume caráter normativo ou vinculante, não cria direitos ou garantias, nem supre ou substitui as leis específicas atinentes à matéria ou qualquer outra norma aplicável ao órgão ou entidade.

Advertisement

Lei Aldir Blanc

A Lei Nº 14.017 (Lei Aldir Blanc), de 29 de junho de 2020, foi operacionalizada, em Minas Gerais, a partir do trabalho de todo o Sistema Estadual de Cultura, formado pela Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult), Empresa Mineira de Comunicação (EMC – Rede Minas e Rádio Inconfidência), Fundação Clóvis Salgado (FCS), Fundação de Arte de Ouro Preto (Faop) e pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha-MG), além de contar com o intenso diálogo com a sociedade civil, representada por fóruns, associações, pela classe artística e pelos profissionais da cultura, com destaque para o Conselho Estadual de Política Cultural e a Comissão Estratégica da Lei Aldir Blanc em Minas Gerais (LAB MG).

A LAB possui três incisos:

I – renda emergencial mensal aos trabalhadores e trabalhadoras da cultura;
II – subsídio mensal para manutenção de espaços artísticos e culturais, microempresas e pequenas empresas culturais, cooperativas, instituições e organizações culturais comunitárias que tiveram as suas atividades interrompidas por força das medidas de isolamento social;
III – editais, chamadas públicas, prêmios, aquisição de bens e serviços vinculados ao setor cultural e outros instrumentos destinados à manutenção de agentes, de espaços, de iniciativas, de cursos, de produções, de desenvolvimento de atividades de economia criativa e de economia solidária, de produções audiovisuais, de manifestações culturais, bem como atividades artísticas e culturais que possam ser transmitidas pela internet ou disponibilizadas por meio de redes sociais e outras plataformas digitais.

Acesse o material nos links abaixo:

CARTILHA DE EXECUÇÃO E PRESTAÇÃO DE CONTAS LAB MG

RECIBO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO POR PESSOA FÍSICA

Mais informações com a assessora do departamento de Cultura e Turismo da AMM, Brenda Grandioso, pelo telefone (31) 2125-2437.

 

Com informações AMM

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!