Publicidade

Cancelado ou adiado: saiba como a Covid-19 mudou o Carnaval de 2021

Postado em 08/01/2021 7:28

Com a pandemia do Coronavírus que no Brasil teve início aproximadamente no mês de março de 2020, vários setores foram afetados, inclusive os setores de eventos. Muitos organizadores de eventos tiveram que cancelar ou suspender as principais festas para não causar aglomeração e evitar a proliferação da Covid-19. Não será diferente com o Carnaval 2021.

Foliões de todo o Brasil estavam com esperança da vacina chegar ainda em 2020, para que o Carnaval pudesse ocorrer em 2021, porém, a certeza é de que em fevereiro, mês previsto para o Carnaval, entre os dias 13 e 16 em 2021, a festa não acontecerá em Belo Horizonte e outros lugares de Minas Gerais, Florianópolis, São Paulo, Salvador, Recife, Rio de Janeiro, dentre outros locais.

As cidades ainda avaliam se vão transferir os pontos facultativos para outras datas. 

Belo Horizonte

Na capital mineira, o Carnaval está suspenso. A cidade que tem como forte o desfile de blocos seguirá o calendário definido por Salvador e Rio de Janeiro. “Ainda não há nenhuma definição e o diálogo permanece constante com toda a cadeia produtiva do Carnaval. A decisão de uma nova data depende das condições sanitárias acompanhadas pelo Comitê de Enfrentamento à Covid-19 da prefeitura além de medidas que possam garantir a segurança dos foliões”, disse a PBH em nota.

“Não há nenhuma previsão legal para realização de festas em clubes, casas de festas ou em outros espaços e eventos que estão com os alvarás suspensos”, garantiu.

Sobre o feriadão, a prefeitura informou que uma eventual transferência dos pontos facultativos ainda será discutida pelo município.

Florianópolis

Com tradição dos desfiles de escola de samba, Florianópolis também atrai turistas na data em razão das praias. De acordo com a prefeitura, já está decidido que a festa está vetada para 2021, tanto em relação ao evento das agremiações no sambódromo quanto aos blocos de rua.  O anúncio do veto foi em 21 de dezembro pelo prefeito Gean Loureiro (DEM). A prefeitura afirma que as festas “não devem acontecer, enquanto a população não é vacinada”.

São Paulo

Em São Paulo, a prefeitura diz que o Carnaval 2021 não está cancelado, porém, não há uma data definida. Em nota, a cidade informou que já articulou conversas com Salvador sobre a definição de uma data conjunta. “A ideia é estender as tratativas para outros centros carnavalescos como as cidades de Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Recife, para que o Carnaval 2021 possa acontecer em todas as cidades brasileiras na mesma data, mantendo a tradição cultural e sua potência turística”, explicou.

Salvador

Conhecido pelos desfiles de blocos na orla, Salvador anunciou  a suspensão do Carnaval 2021 enquanto não existirem condições sanitárias adequadas, sobretudo, a disponibilização de uma vacina contra a Covid-19. “Sobre a manutenção da data como feriado ainda não há resolução”, afirmou a nova gestão, de Bruno Reis (DEM). Em Salvador, a prefeitura ratificou que não existe permissão para realização de festas.

Recife

O frevo em Recife não acontecerá em 2021 em razão do decreto anunciado em 17 de dezembro de 2020 pelo governo de Pernambuco, que cancelou a atividade em todo o estado. A mesma decisão abrange as festas particulares. Já quanto ao feriado, o calendário está mantido.

Rio de Janeiro

A RioTur, pasta responsável pela festa, informou apenas que ainda não existe uma definição da data para o Carnaval 2021. A certeza é de que não será em fevereiro. Em breve anunciará as medidas a serem adotadas sobre a festividade, em alinhamento com as entidades de escolas de samba e blocos.

Bonfim 

Bonfim, no Colar Metropolitano de Belo Horizonte, lar do tradicional Carnaval a Cavalo, publicou uma nota, na quarta-feira (6/1), informando o cancelamento do carnaval de 2021. A nota ainda afirma que não é possível estabelecer previsões para realização futura do evento, diante da ausência do controle da COVID-19.

A prefeitura explica que a decisão levou em conta os números crescentes de infecções e a não existência de parâmetros de vacinação que alcancem níveis mínimos de segurança para a contenção da doença, tanto a nível municipal quanto nacional.

“O carnaval da nossa cidade é motivo de orgulho para os bonfinenses, pois nossa festa é carregada de tradição e cultura. Porém, um acontecimento desse porte, que mobiliza multidões e é, pela sua natureza, um momento de encontro e aglomeração, estaria em total desencontro com o cenário de saúde que a pandemia ocasionou” explica a nota.

Itapecerica

Em dezembro de 2020, a assessoria de comunicação da Prefeitura de Itapecerica informou que não havia intenção de fazer o carnaval de 2021, pelo menos enquanto permanecer a situação de pandemia.O prefeito Têko foi reeleito, a reportagem tenta contato com ele para saber se o posicionamento de 2020 será mantido.

Vale ressaltar que o carnaval de Itapecerica é uma tradição na cidade e reúne pessoas de várias regiões. Quatro blocos fazem parte da festa na cidade: Mal Dormidos, Suvaco de Cobra, Balaco Baku e Só a Nata.

Formiga

A Prefeitura de Formiga enviou nota sobre o assunto, leia a íntegra do texto.

“As festas culturais do município, incluindo o carnaval, são realizadas com recursos próprios. Assim sendo, não há uma verba específica para esse evento. O Carnaval Formiguense geralmente acontece com shows em praça pública promovidos pela Prefeitura. Para o ano de 2021, ainda é muito cedo para se saber se será possível a realização de algum evento, pois isso depende da liberação dos Eventos Públicos que, até então, estão suspensos devido às restrições impostas pelas medidas de distanciamento social”.

Divinópolis, Itaúna, Carmo do Cajuru, Pará de Minas, Lagoa da Prata e Arcos

Até o momento, não existe uma definição sobre a realização do carnaval. Assim que tiver novidades o Sistema MPA de Comunicação divulgará. 

Capitólio

Em Capitólio, a Secretaria de Cultura e Turismo explicou que não tem uma definição sobre o carnaval 2021, devido o momento de transição de governo. Ainda segundo a pasta, a decisão ficará a cargo do gestor eleito, que oficialmente ainda não foi empossado.

 

 

Com informações SMPA arquivo/CNN

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!