Publicidade

Campanha do Grupo Gestor “Voto Consciente”: Pesquise e compare antes de escolher seu candidato

Postado em 06/11/2020 10:38

Pesquise e compare antes de escolher seu candidato Campanha do Grupo Gestor promove o Voto Consciente

No dia 15 de novembro, acontecem as eleições municipais. Momento de escolher o Prefeito e Vereadores para defender os interesses da população durante os próximos quatro anos.

Com o voto é possível decidir o futuro de uma cidade, de um país. Por isso, a CDL Divinópolis e as entidades que compõem o Grupo Gestor, propõem aos empresários, trabalhadores, lojistas, parceiros e consumidores, uma reflexão sobre o papel do cidadão nas eleições e a importância do voto consciente e, com o apoio do Sistema MPA, lança a campanha Voto Consciente.

A ação faz uma analogia da forma como os consumidores escolhem seus produtos ou serviços e sugerem que o eleitor faça o mesmo para definir seus candidatos: pesquise, compare, consulte fontes confiáveis para exercer o voto consciente.

Voto consciente

Muito se fala “não gosto de política”, “política não se discute”. É preciso primeiro, entender que política é uma ferramenta transformadora de uma sociedade e envolve os meios de transportes, hospitais, empresas, escolas, saúde, alimentação, emprego, dinheiro. Enfim, tudo!

É preciso trazer o tema política à discussão para exercemos nossa cidadania. O momento de eleger os representantes legítimos, como acontecerá em 15 de novembro, é a oportunidade de dar poder a quem de fato possa fazer valer o voto de confiança a quem irá gerir o município. Exercer a cidadania é querer que a cidade se desenvolva,
que tenha educação para seus filhos, que tenha emprego, que as pessoas possam viver com dignidade.

Cada cidadão tem grande responsabilidade para com a coletividade ao escolher seus representantes. O voto é um dever, por ser obrigatório no Brasil, mas é também um poder conquistado com muitas lutas. O tema da campanha proposta pelo Grupo Gestor é que, antes de comprar qualquer produto ou contratar qualquer serviço, o consumidor: pesquisa, compara, busca informações em fontes confiáveis e ouve experiência de outros consumidores.

Para escolher o candidato, o exercício deve ser o mesmo, pesquisar, conhecer as propostas que ele tem para a cidade, consultar fontes confiáveis. O voto é o direito do cidadão de escolher quem vai representar seus ideais nos próximas quatro anos.

Como escolher o seu candidato?

O Tribunal Superior Eleitoral – TSE listou alguns pontos que podem ajudar o eleitor escolher seu candidato.
Valores morais
Identifique quais valores quer ver seu representante defender. Isso é importante porque, geralmente, a escolha se dá por afinidade, ou seja, aquele que tem valores iguais aos do eleitor. Contudo, o cidadão deve esforçar-se para escolher candidatos que tenham preocupações universais, ou seja, preocupações que dizem respeito ou são aplicáveis a todas as pessoas e não só a um pequeno grupo.

Conheça a carreira do seu candidato
Para saber o que o candidato pensa, o eleitor deve conhecer a carreira dele, assim como sua atuação profissional, seu histórico de vida, sua postura ética e sua conduta diante da sociedade. Se o discurso do candidato não condiz com sua atuação em outros momentos da vida, isso é um indício de que ele pode estar mentindo.

O partido diz muito do seu candidato
Em seguida, é preciso analisar suas propostas, o partido ao qual está filiado e quem são seus correligionários. Além disso, é preciso ver se suas promessas são viáveis e compatíveis com o cargo que ele pretende ocupar. Promessas genéricas do tipo “vou criar milhares de empregos” são muito fáceis de fazer e obviamente são inviáveis de
cumprir.

Quem financia a campanha do seu candidato?

Informação das mais importantes é saber quem são os financiadores do candidato, pois as pessoas e empresas que financiam as campanhas eleitorais têm interesses que nem sempre se coadunam com os interesses da coletividade.
Muito embora não dê para ter certeza de que o candidato mais preparado cumprirá suas promessas, mesmo que viáveis, é possível reconhecer e descartar o político falastrão e despreparado.

Consulte fontes confiáveis
Para obter informações sobre os candidatos, devemos ficar atentos a notícias, jornais, revistas, propagandas eleitorais veiculadas no rádio e na televisão, pesquisas e debates entre os concorrentes. Dessa forma, é possível saber se o candidato já esteve envolvido em algum escândalo, o que ele realizou em mandatos anteriores e avaliar suas
propostas. Todos os meios de veiculação de informação são válidos, contudo, atualmente, a melhor ferramenta para auxiliar o cidadão é a Internet, pois nada escapa à rede mundial de computadores. Nas páginas dos órgãos do Legislativo, da Justiça Eleitoral, de algumas ONGs ou simplesmente em sites de busca, é possível obter informações sobre os candidatos e políticos.

 

 

 

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!