Publicidade

Vencer de goleada ou vencer e secar o rival. É a situação do Cruzeiro. A Minas FM transmite

Postado em 29/07/2020 18:18

Duelo que vale vaga nas semifinais do Campeonato Mineiro. Esse é o panorama do confronto da 11ª e última rodada da primeira fase do Campeonato Mineiro entre Caldense e Cruzeiro. A partida desta quarta-feira, às 21h30, no Estádio Ronaldão, em Poços de Caldas, decide quem fica no G-4.

Enquanto a Veterana, com 20 pontos e na terceira colocação, pode perder por até dois gols de diferença para se garantir no G-4, a Raposa, na 5ª posição, com 17 pontos, precisa de uma vitória por um saldo de três gols para não depender de tropeço do Atlético contra o Patrocinense, no Mineirão. As duas equipes venceram na última rodada.

A Caldense, recheada de desfalques de última hora por lesões e por resultados positivos de Covid-19, goleou o Tupynambás por 4 a 0 em Poços de Caldas e se colocou perto da vaga no G-4 e da Copa do Brasil de 2021. A Veterana, melhor ataque do Estadual com 18 gols, ainda tem vaga garantida na Série D do próximo ano.

Já o Cruzeiro, na estreia do técnico Enderson Moreira, contratado no início da pandemia, também goleou: 3 a 0 contra o URT no Mineirão. O resultado, obtido na manhã de domingo, só não foi melhor no sentido de classificação na tabela, justamente por conta da goleada da Caldense na parte da tarde.

No último confronto entre as duas equipes, no Mineiro de 2019, o Cruzeiro conseguiu o resultado que precisa nesta quarta-feira para se classificar: 3 a 0 no Mineirão, com gols de David, Marquinhos Gabriel e Fred.

No entanto, para conseguir este saldo vai precisar fazer a Veterana ser vazada de uma maneira que ainda não foi nesta temporada. O time de Poços de Caldas sofreu oito gols no Estadual, sendo que foram apenas dois no Estádio Ronaldão. A Caldense tem uma média de 0,72 gol sofrido no torneio. Em seus domínios, nos seis jogos disputados – contando o contra o Tupynambás em que era visitante -, a média é de 0,33 gol.

Caldense e Cruzeiro já se enfrentaram 75 vezes pelo Campeonato Mineiro, com seis vitórias da Veterana, 20 empates e 49 triunfos da Raposa. A Veterana marcou 44 vezes na disputa, e a Raposa tem 187.

Com os desfalques do lateral direito Filipi Sousa, o meia Bruno Oliveira, o atacante João Pedro e o zagueiro Caio Talarico, que testaram positivo para Covid-19 e cumprem isolamento para finalizar a recuperação, o técnico Marcus Grippi deve mandar a campo uma Caldense semelhante àquela que goleou o Tupynambás, domingo. Franklin e Artur também não foram relacionados no jogo de retomada do Mineiro devido a lesões, mas estão à disposição para a partida.

Com isso, Grippi deve voltar a improvisar o Gabriel Tonini, que atua como volante e zagueiro, na lateral direita e o lateral esquerdo Rafael Rosa como um dos armadores da equipe.

Quem está fora: Filipe Sousa (testou positivo para Covid-19), Bruno Oliveira (testou positivo para Covid-19), João Pedro (testou positivo para Covid-19) e Caio Talarico (testou positivo para Covid-19)

Pendurados: Filipi Sousa, João Victor, Lucas Mufalo e Morais

Provável Caldense: Alysson; Gabriel Tonini, Jonhatan, Lucas Mufalo e Verrone; Lucas Silva, André Mensalão; Nathan, João Victor, Arthur; Caique Maciel – Técnico: Paulo Grippi.

Enderson Moreira terá um Cruzeiro reforçado para a decisão. O zagueiro Léo teve contraprovas negativas para Covid-19 e deve voltar ao time na vaga de Marllon. Jadsom e Maurício, que cumpriram suspensão contra a URT, também ficam à disposição. Jadsom concorre com Jean – que jogou bem no domingo – por uma vaga no time, enquanto Maurício assumirá a posição de Iván Angulo, de volta ao Palmeiras. Marcelo Moreno também retorna, mas ainda não sabe se começa jogando. Se o boliviano não atuar, Thiago será o titular.

Quem está fora: Henrique e Giovanni (aprimorando parte física)

Pendurados: Arthur e Thiago

Provável Cruzeiro: Fábio; Cáceres, Léo, Cacá, e Patrick Brey; Ariel Cabral, Jadsom; Régis, Maurício, Stênio; Marcelo Moreno – Técnico: Enderson Moreira

Arbitragem de  Ronei Cândido Alves, auxiliado por Marconi Helbert Vieira e Leonardo Henrique Pereira.

A Minas FM transmite a partir de 20h00 com o Abre o Jogo. As 21h30 a bola rola de Poços de Caldas com Leo Lasmar, Gustavo Freitas e Oliveira Lima. Acompanhe também pelo www.radiominasfm.com.br facebook.com/minasfmdivinópolis you tube Minas FM e pelo aplicativo radiosnet procurando por rádio Minas.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!