Publicidade

Sem investimentos, Cruzeiro tenta formar elenco “bom e barato”.

Postado em 19/02/2021 10:49

A falta de recursos para investir em contratações obrigou o Cruzeiro a garimpar o mercado, ainda mais, em busca de trazer novos atletas para a temporada 2021. O clube usou de outras estratégias para efetivar os acertos confirmados até aqui.

Até o momento, o clube anunciou seis jogadores. Em todos os negócios, o Cruzeiro buscou diferentes formas de negócio para evitar utilizar os já escassos recursos financeiros e, ao mesmo tempo, contratar atletas.

Advertisement

No caso do meia Marcinho e do atacante Felipe Augusto, foi preciso acertar apenas salários e tempo de contrato, além de um eventual pagamento de luvas aos atletas. Ambos estavam livres no mercado.

Já sobre o lateral esquerdo Alan Ruschel, o Cruzeiro venceu a concorrência com a Chapecoense ao oferecer um tempo maior de contrato: dois anos. O salário também foi melhor. O jogador chega também livre no mercado, já que o clube catarinense buscava renovação do vínculo finalizado após a Série B.

Sobre o volante Matheus Barbosa, o jogador veio por empréstimo do Avaí, que ainda ampliou o contrato do atleta até 2022. A Raposa terá de custear os salários do jogador.

Outro reforço para a posição, Matheus Neris assinou com o Cruzeiro até o fim do próximo ano, com o Palmeiras mantendo uma parte do percentual dos direitos econômicos, evitando de perder de graça o jogador, que tinha contrato com o time paulista até o meio do ano.

O último anunciado foi Bruno José. Na negociação com o Internacional, o jogador rescindiu contrato com o clube gaúcho que, em troca, recebeu outra fatia do percentual do meia Maurício. Bruno assinou vínculo por quatro temporadas com a Raposa.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!