São Paulo e Cruzeiro empatam e a crise cruzeirense só amplia diante do Campeonato Brasileiro – 02 de Junho de 2019

Postado em 02/06/2019 18:15

Não foi com vitória, mas o Cruzeiro encerrou a sequência de derrotas no Campeonato Brasileiro. Neste domingo, o time celeste buscou o empate por 1 a 1 com o São Paulo, no Pacaembu, e evitou o que seria a quarta derrota seguida no torneio nacional. Embora tenha sofrido gol logo no início da partida, o time celeste teve controle da maior parte do jogo. Alexandre Pato marcou para o Tricolor, e Thiago Neves, em bela cobrança de falta, empatou o duelo. 
 
Antes do jogo contra o São Paulo, o Cruzeiro havia sido derrotado por Internacional (3 a 1), Fluminense (4 a 1) e Chapecoense (2 a 1) pela Série A. Com o empate diante do Tricolor, a equipe celeste alcançou sete pontos – em sete jogos – e chegou ao 15º lugar da tabela de classificação. 
 
O próximo compromisso do Cruzeiro pelo Campeonato Brasileiro será diante do Corinthians, no sábado, dia 8, no Mineirão. A partida está marcada para as 19h. Antes, porém, o time de Mano Menezes precisará se concentrar na Copa do Brasil. O jogo de volta das oitavas de final, contra o Fluminense, será às 19h15 desta quarta-feira, no Gigante da Pampulha. Na ida, no Maracanã, mineiros e cariocas empataram por 1 a 1. 
 
O jogo
 
Pressionado para voltar ao caminho das vitórias, o Cruzeiro iniciou o duelo mais agressivo do que o comum em compromissos fora de casa. Com mais posse de bola do que o adversário nos 10 minutos iniciais, chegou ao gol do São Paulo após boa troca de passes. Aos 12’, Marquinhos Gabriel arrancou pela esquerda, tocou para Fred, que serviu Robinho. O meia, no entanto, errou a tentativa de encontrar Thiago Neves na área.
 
Assim como o Cruzeiro, o São Paulo também dava mostras de que não esperaria o adversário no campo de defesa. Em sua primeira boa trama, aos 14’, contou com a falha de marcação do setor defensivo celeste para abrir o placar. Reinaldo carregou a bola pela esquerda, viu Pato se desvencilhar, sem dificuldades, da marcação de Ariel Cabral e serviu o companheiro. O camisa 7 invadiu a área e bateu no canto direito de Fábio. 1 a 0
 
Embora tenha dado mais alguns espaços, o Cruzeiro não diminuiu o ímpeto após o gol sofrido. Seguiu com mais posse de bola, chegou ao ataque, mas errou muito no último passe. Desta forma, não conseguiu criar grandes chances de gol. O maior susto sofrido por Tiago Volpi aconteceu aos 34’. Thiago Neves cobrou escanteio, Dedé ganhou pelo alto e cabeceou com muito perigo. O camisa 1 do São Paulo fez importante defesa.
 
O início do segundo tempo seguiu o enredo da etapa inicial. O Cruzeiro chegou aos 4’, em finalização de Thiago Neves após bonita jogada de Fred, e aos 7’, quando reclamou de pênalti não marcado pelo árbitro catarinense Braulio da Silva Machado. Lucas Romero finalizou da entrada da área e a bola bateu no braço de Anderson Martins. Bráulio teve auxílio do VAR, mas manteve a interpretação.
 
Apesar das várias jogadas trabalhadas, o Cruzeiro conseguiu igualar o placar em lance de bola parada. Aos 22’, Thiago Neves cobrou, com maestria, falta sofrida por Robinho. Tiago Volpi só observou a bola entrar em seu ângulo direito. 1 a 1. Foi o gol de número 200 da carreira do camisa 10. Quatro minutos depois, David – que substituiu Neves logo após o gol – perdeu chance clara para colocar a Raposa na frente do placar. Depois disso, a equipe passou a privilegiar a marcação para definir o marcador e encerrar a sequência de derrotas no Brasileirão.
 
SÃO PAULO 1X1 CRUZEIRO
 
São Paulo
Tiago Volpi; Hudson (Igor Vinícius), Bruno Alves, Anderson Martins e Reinaldo; Luan, Tchê Tchê e Hernanes (Igor Gomes); Vitor Bueno (Marcos Calazans), Pato e Toró. Técnico: Cuca
 
Cruzeiro
Fábio; Lucas Romero, Leo, Dedé, Leo e Egídio; Henrique e Ariel Cabral (Lucas Silva); Robinho, Thiago Neves (David) e Marquinhos Gabriel; Fred (Sassá). Técnico: Mano Menezes
 
Gols: Alexandre Pato (aos 14’1ºT) e Thiago Neves (aos 23’2ºT)
Cartões amarelos: Robinho, Thiago Neves e Ariel Cabral (Cruzeiro); Tchê Tchê e Marcos Calazans (São Paulo)
Cartão vermelho: Igor Vinícius (São Paulo)

Público pagante: 7.853
Público total: 8.517
Renda: R$ 297.639,00
 
Motivo: 7ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data e horário: 2 de junho de 2019 (domingo), às 16h
Árbitro: Braulio da Silva Machado (FIFA/SC)
Assistentes: Kleber Lucio Gil (FIFA/SC) e Thiaggo Americano Labes 
VAR: Heber Roberto Lopes (SC)

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com