fbpx
Pular para o conteúdo

Os novos rumos do Cruzeiro com a “janela” do meio do ano.

Image

O Cruzeiro sinaliza, pelos movimentos de mercado, que irá cumprir a promessa de “oxigenar” o orçamento e acelerar o processo de reestruturação técnica. A busca é oferecer mais qualidade e opções técnicas para o elenco. Com isso, uma elevação do orçamento, da folha e do investimento no mercado.

O goleiro Cássio puxa a fila nas tentativas de o clube trazer jogadores de referência. A ideia é contratar atletas que assumam a titularidade. Com isso, o Cruzeiro está disposto a vai aumentar patamar financeiro.

Na gestão Ronaldo, o Cruzeiro já havia montado um orçamento para a temporada. Agora, com Pedro Lourenço, haverá aportes no meio do ano para bancar contratações e também elevar a folha salarial.

A expectativa é que o gasto mensal do Cruzeiro, hoje na casa dos R$ 8 milhões, não seja tão mais elevado, porque o clube também trabalha com saídas do atual elenco. Assim, haveria um contrapeso na parte financeira, mas não na mesma proporção, num primeiro momento.

A promessa é que o empresário Pedro Lourenço não oferecerá um “cheque em branco” para a gestão do futebol, mas haverá aporte disponível para realizar os investimentos necessários nas primeiras janelas da nova era da SAF.

A ideia é que, a partir do momento que o nível técnico desejado seja alcançado, o Cruzeiro passe a depender mais das suas próprias receitas, sem o incremento de aportes do empresário. O clube mineiro mantém o projeto de reestruturação a longo prazo, mas de forma mais acelerada na parte da busca por resultados.

Neste momento, o projeto estabelecido por Ronaldo trabalha com orçamento bem fixo, com o Cruzeiro não gastando mais do que recebe. A ideia do controle orçamentário continua, mas com valores mais elevados, por causa do aporte. Com isso, o Cruzeiro quer passar a ter condições de brigar mais rapidamente na parte alta dos campeonatos.

Na atual situação, há alguns jogadores que fogem do teto salarial, como é o caso de Jose Cifuentes (emprestado pelo Rangers) e de Matheus Pereira (cedido pelo Al Hilal). Em ambos os casos, o Cruzeiro paga uma parte dos vencimentos, com os clubes de origem pagando outra fatia.

Além de Cássio, o Cruzeiro pretende investir mais forte no mercado em outras posições. O clube ainda busca um zagueiro, um meio-campista e dois atacantes, um que possa atuar pelo lado direito e outro que dispute posição com Dinenno.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

0
Would love your thoughts, please comment.x