No Brasileirão, um “gringo” será líder do primeiro turno

Postado em 13/09/2019 15:26

O Campeonato Brasileiro é liderado por duas equipes comandadas por técnicos estrangeiros: o Flamengo, de Jorge Jesus, e o Santos, de Jorge Sampaoli. Mas, de acordo com o treinador rubro-negro, o fato de dois comandantes nascidos fora do Brasil estarem na ponta do Brasileirão não é sinal algum de superioridade em relação aos locais. Em entrevista à Rede Globo, Jesus disse ser coincidência a ponta da principal competição brasileira estar na mão de dois estrangeiros.

É coincidência. Não é pelo fato de Sampaoli e eu estarmos lá em cima da tabela que somos melhores do que os outros. Não acredito nisso. Também é verdade que a gente treina para esses objetivos. No Brasil não são só duas, são sete ou oito equipes que têm essa possibilidade (de título). Mas não é por nós estarmos na frente que o treinador brasileiro não tem qualidade”, disse.

Não é por estarmos na frente que pode qualificar, aí não concordo. Agora, os outros eu não sei, não conheço como os treinadores brasileiros trabalham. E também é verdade que quando tem talento em uma equipe, as ideias do treinador são mais fáceis”, contou.

Flamengo e Santos se enfrentam amanhã, no Maracanã, às 17h00. O time carioca lidera o Brasileirão com 39 pontos, enquanto os paulistas estão com 37. De acordo com Jesus, é importante estar em vantagem nesta altura da competição, mas o que realmente conta é estar à frente no fim.

O Flamengo tem bons jogadores, o Santos também tem, portanto neste momento as coisas estão a fluir bem para nós. Mas há uma norma que lancei em Portugal e vou lançar aqui: no futebol não é como começa, é como acaba. Agora estamos à frente, mas vamos ver quando acabar, isso é que conta. Tem que valorizar o trabalho, como é óbvio, mas ainda tem muito para caminhar e mostrar”, comentou.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com