Nada dos veteranos. A base vai salvando o Cruzeiro do Z4

Postado em 02/11/2019 11:28

Com a foça da base. A reação do Cruzeiro, que deixou a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro após a vitória de 2 a 0 sobre o Botafogo, passa pelo bom rendimento de jovens jogadores, que passaram pelas categorias de base do clube. Nas últimas partidas, sob o comando do técnico Abel Braga, pelo menos três tiveram uma sequência na equipe: os zagueiros Fabricio Bruno, de 23 anos, e Cacá, de 20, além do volante Éderson, também de 20 anos.

“Eu ponho para jogar, mas isso quem fez foi o clube, foi o Mano (Menezes), o (Rogério) Ceni, não sei. São jogadores de potencial muito grande. O que eu tenho que fazer é confiar neles, colocar a confiança deles em mim, procurar ajudá-los como jogadores e seres humanos” – destacou o treinador cruzeirense.

No caso dos zagueiros, foi mesmo por necessidade, já que os jogadores titulares, os experientes Dedé e Léo, foram forçados a ficar fora de combate por lesões. E, mesmo no momento complicado da equipe, os jovens atletas mostraram personalidade para ajudar o time a emplacar uma série de sete partidas sem derrota (três vitórias e quatro empates).

Na vitória sobre o Botafogo, Cacá, inclusive, abriu o placar no primeiro tempo. O zagueiro apareceu na área adversária e, de cabeça, mandou a bola para as redes após cobrança de escanteio de Thiago Neves.

O segundo gol, já nos acréscimos da segunda etapa, foi marcado pelo volante Éderson, que mandou um chutaço para selar a vitória cruzeirense e, consequentemente, confirmar a fuga da zona de rebaixamento.

Éderson que já havia sido decisivo na vitória de 2 a 1 sobre o Corinthians, no dia 19 de outubro, ao marcar o gol da vitória cruzeirense na Arena Corinthians, em São Paulo, o primeiro gol dele como profissional.

As boas atuações de Cacá não só animam o técnico Abel Braga como também fazem o treinador projetar outras formas de aproveitar o jovem zagueiro, pelas suas características de velocidade.

“Incrível, cara. Porque ele, realmente, não tem uma estatura… Gozado, porque eu já conversei com ele, como posso fazer a mesma coisa que eu faço com Edilson e Orejuela, com Edilson mais preso e liberar mais o Orejuela, já fui consultá-lo também se ele faz lateral. Ele disse que já jogou muito como lateral. Principalmente pela velocidade. É mais uma opção que a gente tem aí para um determinado momento, para alguma outra equipe que tem um cara muito forte, a gente pode ajustar”.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com