Marcus Salum fala ao torcedor do América - Portal MPA

Publicidade

Marcus Salum fala ao torcedor do América

Postado em 29/04/2022 16:48
Publicidade

Perto do aniversário de 110 anos do América, neste sábado, o coordenador de futebol do clube-empresa, Marcus Salum, concedeu entrevista coletiva para dar recado especial à torcida. O ex-presidente americano falou sobre a situação atual do clube, revelou as prioridades e homenageou os torcedores do Coelho.

Na quarta-feira, diante do Tolima, o América deixou escapar a oportunidade de vencer em casa pela primeira vez na Libertadores. Marcos Salum deixou claro que ficou triste pela derrota, mas revelou que sempre souberam da dificuldade da competição. Para ele, é importante comemorar o momento único na história do clube.

“Nós estamos fazendo o nosso melhor na Libertadores. Nós temos duas classificações históricas, fizemos três partidas, a de ontem foi uma aberração, a derrota. A gente tem que entender que isso é aprendizado, experiência. O América tem se doado, tem se entregado nos jogos com muita vontade e muita raça.(…) Nós temos orgulho, toda essa equipe nossa, do trabalho que ta sendo feito”.

“E temos a consciência que nós temos de curtir o momento do América na Libertadores e não podemos perder foco e apoio no Brasileiro, que é a competição que nos interessa muito.”

Sobre a priorização do Campeonato Brasileiro, Salum deixou claro que essa mentalidade já foi exposta para a torcida e para o clube. Ele citou que há o desejo de se classificar para a próxima fase da Libertadores, mas a preocupação maior é a competição nacional, que dá acesso ao torneios continentais.

“A prioridade é o Campeonato Brasileiro. Ninguém chega a lugar nenhum no Brasil sem jogar o Brasileiro e jogar bem. Nós não vamos cair na ilusão que nós vamos jogar toda a nossa energia na Libertadores e esquecer o Brasileiro. Porque não é viável”.

E para disputar o Brasileirão, ficou claro que o América precisa de um elenco mais reforçado. Contra o Tolima, com várias baixas, Vagner Mancini precisou escalar muitos jovens, perdendo experiência para segurar a vitória. Salum reconheceu que novas contratações serão necessárias na próxima janela de transferência, no meio do ano.

“Era previsível que isso fosse acontecer. É humanamente impossível cumprir esse calendário do futebol brasileiro. E o América foi alto, é um dos oito melhores times do Brasil em termos de calendário. (…) Logicamente, nós sabemos que na janela, dependendo de como está a situação aqui, nós vamos ter que reforçar sim”.

110 anos do América

No dia da partida contra o Athletico-PR, neste sábado, às 16h30, no Independência, o América também faz 110 de história. Marcus Salum aproveitou para chamar a torcida para o estádio e exaltar o momento em que o clube vive, disputando uma Libertadores de forma inédita.

“Estamos completando, nesse sábado, 110 anos, e eu tenho muito orgulho do trabalho das diretorias, em especial a nossa diretoria, agora nessa chegada à Libertadores. Por tudo que temos feito, no sentido de engrandecer e crescer o clube. É um sonho que eu achei que em vida eu não conseguiria realizar dirigindo o clube. E agora nós temos que desfrutar um pouco e aprender, que a Libertaddores está nos ensinando muito”.

Publicidade