Mancini tem dúvidas para escalar Atlético

Postado em 21/11/2019 12:43

O Atlético-MG volta ao Mineirão neste domingo, às 16h00, quando enfrenta o Athletico-PR, pela 34ª rodada do Brasileirão. O último jogo do Galo no Gigante da Pampulha, como mandante, foi contra o Goiás. Naquela ocasião, os garotos Marquinhos e Bruninho (que saíram do banco) foram protagonistas. A base está em alta, e Vagner Mancini tem dado oportunidade aos jovens. Para este domingo, porém, o treinador terá alguns dilemas para resolver. Alguns deles envolvem o “duelo” entre experiência e juventude.

Os treinos dos próximos dias trarão luz ao provável time do Galo para o jogo, mas já é possível esboçar uma escalação provável. Ao que tudo indica, Cleiton será mantido no gol. Três dos quatro defensores estão garantidos: Fábio Santos, Léo Silva e Maidana (já que Réver e Igor Rabello estão suspensos).A primeira dúvida aparece na lateral-direita, e já é o primeiro duelo entre juventude e experiência.

Patric vem jogando nas últimas rodadas e tem feito partidas seguras. Contra o Fluminense, no Rio, deixou o jogo sentindo um mal-estar, mas está recuperado e apto a jogar no domingo. Ele volta a ter, porém, a concorrência de Guga, que retornou da Seleção sub-23. Patric é um lateral mais experiente e, teoricamente, mais seguro na defesa. Já Guga é mais jovem e mais ofensivo. A decisão é do treinador.

Passando para o meio-campo, a tendência é que Mancini forme uma dupla de volantes com Zé Welison e Ramón Martínez (Jair está suspenso, Elias machucado).  Caso o técnico opte por escalar apenas um dos dois volantes, pode usar Luan como segundo volante e abrir mais uma vaga no “trio de meias”, onde estão as principais dúvidas.

Luan, Bruninho, Marquinhos, Otero e Cazares. Teoricamente, os cinco jogadores concorrem a três vagas. Bruninho é dúvida para o jogo, já que sente dores na perna e acaba de se recuperar de uma virose – não treinou na terça e saiu mais cedo do treino de quarta. A tendência é que fique no banco. Ainda assim, são três vagas e quatro concorrentes, e aí aparece, mais uma vez, o dilema “juventude ou experiência?”.

Marquinhos foi o melhor jogador do Galo na última rodada (inclusive com assistência para o gol de Di Santo) e, por isso, é forte candidato a seguir como titular. Luan é peça-chave do time de Vagner Mancini e foi titular em todos os jogos com o treinador. Otero saiu (para a seleção venezuelana) como titular e, teoricamente, volta com o mesmo status. A tendência seria a manutenção de Cazares no banco de reservas, mas aí o dilema deixa de ser sobre experiência e passa a ser tática: quem seria o “armador” do time?

São várias perguntas que Mancini precisa responder até domingo. Fato é que há uma nova geração sedenta por oportunidades, mas também há experientes brigando por espaço. Por enquanto, a escalação provável do Galo tem parênteses e dúvidas: Cleiton; Patric (Guga), Léo Silva, Maidana e Fábio Santos; Zé Welison, Ramón Martínez, Luan, Otero (Cazares) e Marquinhos; Di Santo.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: Este conteúdo é protegido!