Publicidade

Em sua estreia pelo Campeonato Mineiro, de pênalti o Galo vence o Uberlândia

Postado em 21/01/2020 21:28

No sétimo ano de Atlético – o quarto como profissional -, Michael, enfim, teve a oportunidade de disputar uma partida pela equipe principal pela primeira vez na noite desta terça-feira. E o jovem goleiro de 24 anos brilhou, pegou um pênalti e garantiu a vitória alvinegra por 1 a 0 sobre o Uberlândia, no Parque do Sabiá, pela rodada de abertura do Campeonato Mineiro – que marcou a estreia do técnico Rafael Dudamel.

Aos 21 minutos do primeiro tempo, Fábio Santos, com a tradicional tranquilidade, cobrou pênalti sofrido pelo estreante Hyoran e marcou o único gol da partida. Tempos depois, o lateral-esquerdo cometeu a penalidade defendida por Michael.
 
Com a vitória sobre o Uberlândia e o empate entre Coimbra e URT, o Atlético assume a liderança provisória da competição, com três pontos. Outros quatro jogos, nesta quarta-feira, fecham a rodada inicial: Tupynambás x Tombense; América x Caldense; Patrocinense x Villa Nova; e Cruzeiro x Boa Esporte.
 
Atlético e Uberlândia voltam a campo pela segunda rodada do Estadual neste fim de semana. Às 19h deste sábado, o time do Triângulo Mineiro visita a Caldense, no Ronaldão, em Poços de Caldas. No domingo, a equipe alvinegra recebe o Tupynambás, no Independência, a partir das 16h.
 
Ao longo dos 48 minutos do primeiro tempo no Parque do Sabiá, foi possível perceber algumas ideia do técnico Rafael Dudamel testadas na “misteriosa” pré-temporada do Atlético na Cidade do Galo. Na zaga, Gabriel ganhou a vaga de Igor Rabello como parceiro de Réver. De volta do Botafogo, o jovem de 24 anos atuou pela esquerda, com o capitão de volta à direita – setor que havia deixado na maior parte de 2019.
 
A defesa alvinegra pouco sofreu nos primeiros minutos da partida. Como era esperado, o Atlético tomou as rédeas da partida e construía ofensivamente sempre com a bola no chão. Era possível ouvir os insistentes gritos de Dudamel para que a equipe trocasse passes rápidos para envolver a defesa adversária. Os principais responsáveis por isso eram Jair e o estreante Allan, que, mais avançados, formavam um surpreendente trio de volantes com Zé Welison.
 
Também estreante, Hyoran apareceu bem no primeiro tempo. Do lado esquerdo até os 30 minutos – depois inverteu com Marquinhos e foi para a direita -, o meia-atacante de 26 anos construiu boas jogadas e sofreu o pênalti aos 20 minutos da etapa inicial. Na cobrança, Fábio Santos, com a rotineira tranquilidade, deslocou o goleiro Rafael e abriu o placar para os visitantes: 1 a 0.
 
Apesar da vantagem no marcador, os gritos e as cobranças de Dudamel continuaram. Aos poucos, porém, o Uberlândia foi ganhando campo e ficando mais com a bola. Os donos da casa até conseguiam trocar passes no campo ofensivo, mas pecavam nas finalizações. No primeiro chute na direção do gol, brilhou o goleiro Michael.
 
Aos 40 minutos, o centroavante Felipe Alves cobrou pênalti feito por Fábio Santos. Formado na base alvinegra, o jovem arqueiro de 24 anos – que disputava uma partida como profissional pelo Atlético pela primeira vez – pulou convicto no canto direito, fez bela defesa e manteve a vantagem no placar. “Estou há mais de dois anos sem jogar. E estrear desse jeito é para animar qualquer um. Espero ter sequência, fazer grandes defesas e ajudar o Atlético”, disse o goleiro, em entrevista ao canal Premiere na saída para o intervalo.
 
Segundo tempo morno
 
No segundo tempo, o ritmo do jogo caiu, como era esperado especialmente do lado do Atlético. Foram apenas 13 dias de pré-temporada, que se iniciou em 8 de janeiro. O Uberlândia, por outro lado, começou a preparação para o Campeonato Mineiro em 29 de novembro.
 
Para tentar compensar a diferença de preparação física, o Atlético tentava trabalhar mais a bola. Quando não tinha a posse, sofria sustos em finalizações para fora do Uberlândia, especialmente com Dija Baiano. Na tentativa de retomar o controle ofensivo e dar mais “gás” ao time, o técnico Rafael Dudamel já fez duas alterações logo no começo do segundo tempo: RamónMartínez e MaiconBolt entraram, respectivamente, nas vagas de Jair e Marquinhos.
 
Os lances de perigo diminuíram ao longo do segundo tempo, e o Atlético passou a “cozinhar” ainda mais o jogo. Aos 43 minutos, ainda deu tempo do jovem atacante Bruno Silva, de 19 anos, estrear pelo profissional do time alvinegro. O garoto, emprestado pela Chapecoense, substituiu Franco Di Santo. No fim, os visitantes quase levaram gol, mas garantiram triunfo em Uberlândia.

Fonte: Superesportes.
Acompanhe como foi a nossa Jornada Esportiva através de nossa transmissão pelo facebook:

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!