Publicidade

Interior x Interior! Vale Vaga na Final do Mineiro. A Minas FM Transmite.

Postado em 02/08/2020 9:44

Caldense e Tombense fazem o primeiro dos dois duelos por uma vaga na decisão do Campeonato Mineiro neste domingo (2), às 11h, no Independência. O confronto tem apenas uma certeza: a equipe se ficar com a classificação ao final do segundo jogo será a representante do interior de MG na final do Estadual.

Mesmo com o confronto em Belo Horizonte, a mandante deste primeiro jogo é a Caldense. A Veterana conseguiu a vaga nas semifinais após campanha na primeira fase que permitiu que, mesmo derrotada pelo Cruzeiro na última rodada, ficasse no G-4. O time fechou os 11 primeiros jogos com 20 pontos, sendo seis vitórias, dois empates e três derrotas.

Por outro lado, o Tombense terminou a primeira fase na liderança, com 26 pontos, deixando para trás na tabela América e Atlético, além da própria Caldense. O time de Tombos tem a vantagem de dois resultados iguais para chegar à decisão do Mineiro. Dois empates ou vitória e derrota pela mesma diferença de gols dão a classificação à equipe.

O retrospecto do confronto entre as equipes registra 10 jogos, quatro vitórias da Caldense, cinco empates e uma vitória do Tombense. O triunfo do time de Tombos ocorreu justamente no Estadual deste ano, quando, jogando em casa, venceu a Veterana de virada por 2 a 1, em jogo válido pela 9ª rodada. A Veterana até saiu na frente do placar com gol de Luan Costa, mas Rubens e Cássio Ortega deram a vitória à Tombense.

O duelo nesta fase entre os times no Mineiro de 2020 traz ainda outra curiosidade: será uma reedição das semifinais do Estadual de 2015. Na oportunidade quem tinha vantagem de resultados iguais era a Veterana, que empatou no primeiro jogo, em Tombos, e venceu em Poços de Caldas por 2 a 0.

A partir desta fase o arbitro de video passará a ser utilizado e, por isso, as partidas ocorrerão exclusivamente em Belo Horizonte. O motivo é que apenas o Mineirão e o Independência estão homologados pela IFAB (International Football Association Board), que determina as regras no futebol, a receber partidas com VAR. Este será o primeiro jogo da história da Caldense a utilizar a tecnologia.

Depois de se classificar na quarta colocação mesmo com a derrota contra o Cruzeiro, a Caldense busca agora a classificação para a final do Campeonato Mineiro. O confronto conta o Tombense nesta fase traz boas lembranças ao torcedor alviverde, já que na última vez que o time de Poços de Caldas chegou à final, em 2015, o adversário na semifinal foi a equipe de Tombos.

Ao contrário da decisão de cinco anos atrás, quem desta vez tem a vantagem de resultados iguais para chegar à final do Estadual é o Tombense. Por isso, sem desfalques, Marcos Paulo Grippi deve mandar a campo uma Caldense ofensiva, assim como tem atuado durante toda a competição.

Grippi deve manter no time o atacante Artur, que já havia retornado contra a Raposa depois de ter ficado de fora da reestreia no Mineiro. Além dele, o lateral direito e capitão Filipi Sousa e o atacante João Pedro, que só foram escalados de última hora contra o Cruzeiro após teste negativo para a Covid-19, também devem estar em campo.

Pendurados: André Mensalão, Filipi, João Victor, Lucas Mufalo, Morais e Nathan

Provável Caldense: Alysson; Felipe Sousa, Jonathan, Lucas Mufallo e Rafael Rosa; Lucas Silva, André Mensalão; Nathan, João Victor, Arthur; João Pedro – Técnico: Marcus Paulo Grippi

Após a confirmação da primeira colocação na primeira fase, o Tombense inicia a disputa da semifinal para dar um passo mais que é chegar à decisão de um Campeonato Mineiro, feito que seria inédito para o Carcará. O duelo diante da Caldense, aliás, terá um quê de revanche para o torcedor alvirrubro. Em 2015, a Veterana eliminou o time de Tombos e chegou à final.

Se a lembrança antiga é triste, a mais recente anima os alvirrubros. No dia 14 de março, Tombense e Caldense se enfrentaram pela nona rodada da primeira fase. Vitória carcará por 2 a 1, no Almeidão, em Tombos.

Para o compromisso da manhã de domingo no Independência, o técnico Eugênio Souza deve contar com praticamente força máxima. O zagueiro Admilton e os volantes Ibson e Rodrigo retornam de suspensão automáica, cumprida diante do Uberlândia na quarta-feira. Fora diante do UEC, com uma amiidalite, o meia Marquinhos também não deve ser problema para a partida no Independência.

Pendurados: Rubens e Matheus Lopes

Provável Tombense: Felipe Garcia; David; Matheus Lopes, Admilton, João Paulo; Ibson, Rodrigo; Marquinhos, Cássio Ortega, Gabriel Lima; Rubens – Técnico; Eugênio Sousa.

Marco Aurélio Augusto Fazekas Ferreira apita o jogo, auxiliado por Guilherme Dias Camilo e Celso Luiz da Silva. Gabriel Barbosa Maciel é o quarto árbitro.

O VAR será comandado por Igor Júnio Benevenuto de Oliveira, que terá o auxilio de Ricardo Marques Ribeiro e Frederico Soares Vilarinho. Renato Cardoso da Conceição é o observador do VAR.

A Minas FM transmite a partido a partir de 10h30 com Leo Lasmar, Oliveira Lima e Ricardo Lasmar, nos 104,1 FM, www.radiominasfm.com.br, facebook.com/minasfmdivinopolid, you tube Minas FM e pelo aplicativo radiosnet, procurando por radio Minas,

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!