Galo comete pecados, empata com o Palmeiras e deixa a Libertadores invicto - Portal MPA

Publicidade

Galo comete pecados, empata com o Palmeiras e deixa a Libertadores invicto

Postado em 28/09/2021 23:34

Gol de Vargas deu esperanças, mas vacilo de Nathan Silva e gol perdido pelo próprio chileno selaram o destino do Atlético na competição continental

O Atlético está fora da Taça Libertadores. Invicto. Pela regra do gol qualificado fora de casa, o time empatou em 1 a 1 com o Palmeiras e deixa a competição continental sem saber o que é derrota.

Passou quem foi mais eficiente, ou menos deficiente. O Galo demonstrou muita incompetência nos dois jogos das semifinais. O pênalti perdido no jogo de ida. Um gol incrível perdido no jogo de volta depois de abrir o placar. Um vacilo individual de um zagueiro, que errou o tempo de bola e deixou o atacante livre. Pecados mortais para o time de Cuca, que amarga mais uma eliminação para Abel Ferreira.

Advertisement

Os gols de Vargas e Dudu mostraram o equilíbrio que permeou toda a semifinal entre os clubes. Mas agora, resta ao Galo manter o foco no Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil, onde possui grandes chances de conquistas.

O jogo

O jogo começou melhor do que foi a partida em São Paulo. Os dois times quiseram jogar. E o Palmeiras, apesar de três zagueiros, liberou Raphael Veiga, Dudu e Rony para o ataque. O que preocupou a defensiva do Galo, que teve que se resguardar e não se expor tanto.

O Atlético chegava (sem perigo) através de erros defensivos do Palmeiras, mas não conseguia aproveitar as chances, seja por falha no último passe ou seja nas finalizações sem perigo. Um primeiro tempo que o time não conseguiu fazer e nem mereceu grandes coisas.  

Se uma palavra definisse o primeiro tempo do Atlético, a palavra seria afoito. Um time precipitado para tomar as decisões e, na maioria delas, acabou indo para a opção errada.

Mas o Galo ressuscitou uma máxima que vinha sendo recorrente, a de jogar bem no segundo tempo, e começou com tudo a segunda etapa.

Precisou de apenas sete minutos para soltar o grito de gol da torcida no Mineirão. Vargas, ele mesmo, que não vinha bem, subiu mais do que a zaga verde para cabecear no ângulo de Weverton e abrir o placar.

E um minuto depois, Vargas perdeu uma chance incrível de ampliar ao sair cara a cara com o goleiro e mandar para fora.

Mas um vacilo pode colocar tudo a perder. E Nathan Silva, que não vinha bem, falhou ao não cortar a bola de Gabriel Verón, que havia acabado de entrar, e cruzou para Dudu empatar com o gol vazio. Silêncio no Mineirão. Festa no banco alviverde.

O Atlético tentou ir em busca do empate, mas o tempo e a pressa eram inimigos. O time se desestabilizou com o gol e foi para o ataque de maneira descoordenada. Nos minutos finais o time foi para o ‘abafa’, mas nada conseguiu. 

Atlético 1 x 1 Palmeiras

Motivo: jogo de volta das semifinais da Taça Libertadores 2021

Local: estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Gols: Vargas (A); Dudu (P)

Cartões amarelos: Nathan Silva (A); Marcos Rocha, Luan (P)

Atlético

Everson; Mariano, Nathan Silva, Alonso e Arana; Jair (Savarino), Allan, Zaracho (Sasha) e Nacho; Hulk e Vargas. Técnico: Cuca

Palmeiras

Weverton; Luan, Gómez e Renan; Marcos Rocha, Felipe Melo, Danilo, Raphael Veiga (Wesley) e Piquerez; Dudu (Zé Rafael) e Rony (Gabriel Verón). Técnico: Abel Ferreira

fonte:www.otempo.com.br

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade