Depois da festa particular de alguns jogadores, pressão continua no Cruzeiro

Postado em 21/11/2019 12:37

Os muros da Toca da Raposa amanheceram pichados nesta quinta-feira. Frases como “Fora parasitas”, “Fora verme”, o “O Cruzeiro é gigante”, e “Fora Sevandijas”, que é sinônimo de parasita e vermes, foram escritas. Por volta das 9h15, funcionários do Cruzeiro já trabalhavam para limpar as pichações.

A manifestação acontece um dia após uma  organizada do Cruzeiro invadir uma festa de aniversário onde estavam alguns jogadores do elenco celeste. No evento, um vídeo do zagueiro Dedé, recém operado do joelho direito, mostrando uma dança, repercurtiu. Uma das frases pichadas foi:

“Onde estiverem, estaremos de olho”

Na noite dessa quarta-feira, durante o lançamento da tabela do Campeonato Mineiro 2020, o diretor de futebol Marcelo Dijan afirmou que irá pedir, de novo, para que os atletas diminuam as saídas. Na semana passada, Zezé Perrella se reuniu com elenco e um dos assuntos tratados foi o extracampo.

Dentro de campo, o time tem uma sequência de 11 jogos sem perder, no entanto, são 8 empates e apenas 3 vitórias. O Cruzeiro segue ameaçado de rebaixamento, estando em 16º lugar, com 36 pontos, um a mais que o Fluminense, que abre o Z-4. Na próxima rodada, Cruzeiro enfrenta o Santos, na Vila Belmiro, no sábado, às 21h00.

 

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: Este conteúdo é protegido!