Cruzeiro empata com Guarani e fica ainda mais distante do acesso - Portal MPA

Publicidade

Cruzeiro empata com Guarani e fica ainda mais distante do acesso

Postado em 29/09/2021 21:08

Raposa sai na frente, mas só obtém igualdade contra o Bugre e fica cada vez mais perto de mais um ano na Série B – será 3ª temporada do clube na segunda divisão

O Cruzeiro empatou por 1 a 1 com o Guarani-SP, no Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP), e deu praticamente adeus à chance de acesso à elite do futebol nacional. Ramon abriu o placar para o visitante no jogo válido pela 27ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Mateus Ludke igualou o marcador no segundo tempo do compromisso.

Com o resultado, os mineiros ficam na 15ª colocação, com 32 pontos conquistados, seis a mais que o Brusque, primeiro da zona de rebaixamento. O Guarani é o sexto colocado, com 41 pontos. O Avaí é o último do grupo de acesso para a Série A, com 46.

Advertisement

No primeiro tempo, o jogo foi bastante aberto. O Cruzeiro tentou criar jogadas pelos lados do campo e buscar lances de bola aérea à procura de Marcelo Moreno. Os dois goleiros tiveram que trabalhar com frequência no compromisso, tanto Rafael Martins quanto Fábio.

Em que pese o início animado, foi o Cruzeiro quem saiu na frente. Rômulo cobrou escanteio pelo lado esquerdo do ataque e mandou na direção da segunda trave. Ramon apareceu sozinho para cabecear para o fundo da rede.

O Guarani, bastante nervoso no primeiro tempo, recebeu uma sequência de três amarelos por reclamação. Thales, Ronaldo Alves e Júnior Todinho foram punidos pelo árbitro Rodolpho Toski Marques (Fifa/PR).

O técnico Daniel Paulista mexeu na escalação do Bugre já no intervalo da aprtida – Carlão entrou na vaga de Thales. Mas a principal mudança foi na forma de jogar do mandante. Logo aos cinco minutos, Mateus Ludke recebeu de Bruno Sávio e estufou a rede de Fábio.

Bruno José estufou a rede de Fábio após cruzamento de Rômulo. Entretanto, o assistente Ivan Carlos Bohn (PR) assinalou posição irregular do lateral direito cruzeirense no lance. O VAR, comandado por Adriano Milczvski (PR), confirmou a decisão tomada no gramado. A arbitragem demorou cerca de quatro minutos para se decidir.

Nos minutos finais da partida, o VAR precisou novamente ser usado. Marcelo Moreno recebeu lançamento na direção do ataque e foi derrubado por Bidu em jogada que acarretaria em cartão vermelho para o atleta do Guarani. O problema é que o boliviano foi flagrado em impedimento pelo assistente Ivan Carlos Bohn (PR). O VAR precisou analisar a situação para evitar um possível equívoco. Curiosamente, na sequência, Bidú foi expulso pela arbitragem.

FICHA TÉCNICA
GUARANI X CRUZEIRO

Motivo: 27ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro
Local: Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP)
Data: 29 de setembro de 2021
Horário: às 19h (de Brasília)
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (Fifa/PR)
Assistentes: Ivan Carlos Bohn (PR) e Sidmar dos Santos Meurer (PR)
VAR: Adriano Milczvski (PR)

Gol(s): Ramon, aos 12 minutos do primeiro tempo (0-1); Mateus Ludke, aos 5 minutos do segundo tempo (1-1)

Cartão amarelo: Thales, Ronaldo Alves, Júnior Todinho, Bidú (Guarani); Ramon (Cruzeiro)

Cartão vermelho: Bidú (Guarani)

GUARANI: Rafael Martins; Mateus Ludke, Thales (Carlão), Ronaldo Alves (Índio) e Bidu; Bruno Silva, Rodrigo Andrade e Régis (Maxwell); Bruno Sávio, Júlio César (Andrigo) e Júnior Todinho (Lucão do Break). Técnico: Daniel Paulista.

CRUZEIRO: Fábio; Rômulo, Ramon, Eduardo Brock e Felipe Augusto; Lucas Ventura (Raúl Cáceres), Flávio, Giovanni (Ariel Cabral) e Claudinho (Bruno José); Vitor Leque (Keké) e Marcelo Moreno. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

fonte:www.otempo.com.br

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade